Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas

Alcaçuz - Saiba tudo Sobre!

Alcaçuz é uma planta muito conhecida pelo seu uso na produção de diversos e famosos doces, também possui muitas utilidades medicinais, possibilitando o tratamento dos mais variados sintomas e condições.

Aqui você irá conferir o que é, qual é a serventia da alcaçuz para o corpo humano, quais seus benefícios, quais são os seus efeitos colaterais, e onde é possível encontrar e comprar o produto.

 

Alcaçuz: O que é?

Nomeada cientificamente como Glycyrrhiza glabra, ela faz parte da família das leguminosas (Fabaceae). E é uma planta nativa da Europa Meridional e do Oriente.

Esta planta foi catalogada a muito tempo atrás, sendo um dos primeiros registros originários de culturas anciãs e egípcias. Também há registros de sua utilização posterior na Arábia, na Grécia, e na China.

Seus usos variam muito de acordo com a região e seus costumes. Essas formas de utilização podem ser tanto para fins medicinais, quanto para a produção de:

- Alimentos;
- Bebidas (ex. cervejas);
- Tabacos;
- Pastilhas para garganta;
-Cosméticos.

Apesar de ser muito bem conhecida pelo nome “Alcaçuz”, a planta também possui vários outros nomes populares ao redor do mundo. Alguns dos mais usados são: “Licorice”, “Glicirriza”, “Salsa”, “Regaliz”, “Pau-doce” e “Raiz-doce”.

A raiz cresce até possuir aproximadamente 1 metro de altura. Ela é colhida durante o outono e seu desenvolvimento tem a duração de três anos. Já o seu extrato é obtido através da fervura da raiz em água, que finaliza com a evaporação da água.

 

Os doces

Um dos usos mais populares da planta é voltado para a produção em massa dos mais variados tipos de doces.

Esse uso se dá por ela possuir na sua composição, compostos químicos nomeados de anethole e glicirrizina. Essas substâncias são cerca de 50 vezes mais doces do que o próprio açúcar refinada da cana.

Um dos doces mais comuns feitos a partir do alcaçuz é o famoso “Caramelo de alcaçuz”, que é bastante semelhante a uma bala de goma.

Este doce ainda possui uma grande variedade de formatos e tipos a venda ao redor do mundo todo e pode até mesmo ser reconhecido em muitos filmes e séries.

Na Europa, o doce é comumente chamado de “alcaçuz negro”, e vem em um formato de tubos em espirais ou mesmo em pastilhas.

 

Os perfumes

Como dito anteriormente, a raiz-doce é também bastante utilizada para produção de produtos cosméticos. Ela está bem mais presente no segmento de perfumes, e tanto é usada em perfumes voltados para o público masculino, quanto também para o público feminino.

A essência pode ser obtida a partir do extrato das raízes ou então do pó da planta, também sendo possível a reprodução da fragrância em laboratórios.

Ele traz ao olfato toques apimentados, amadeirados e açucarados. Alguns dos perfumes são bastante populares, como por exemplo: “Fahrenheit Parfum”, “Hypnotic Poison Eau de Parfum” , “Loverdose”, “Pink sugar”, “Lanvin Me”, “Alchimie” e “Lolita Lempicka”.

 

Alcaçuz: Para que serve?

O uso desta planta é bem variado e traz muitas opções sendo utilizado de acordo com os costumes de cada região, como já mencionado.

Ela pode ser usada para produzir diversos produtos, como também mostrado anteriormente, e em sua maioria, os benefícios em questão da saúde são inúmeros para o consumidor.

Não é à toa que o alcaçuz é bastante conhecido mundialmente, sendo usado no tratamento das mais variadas doenças, o que abrange desde enfermidades mais graves e a sintomas mais simples.

 

Alcaçuz: Como tomar?

Tendo a raiz como a parte utilizada, o alcaçuz possui diferentes maneiras de se fazer a ingestão. Essas maneiras se diferenciam ainda de acordo com as dosagens, salientando sempre que o seu consumo deve ser de maneira consciente.

Lembrem-se que para garantir eficiência no seu resultado e acima de tudo, segurança para o consumidor deve-se seguir as orientações recomendadas.

Destacamos aqui, que a dose pode ser variável de acordo com cada caso e, é sempre indicado fazer a ingestão com a recomendação e acompanhamento de um profissional habilitado.

O Chá de alcaçuz possui a recomendação de se utilizar aproximadamente 10 gramas de sua raiz dissolvidos em 1 litro de água e então ferver por 10 minutos. Após o preparo, o próximo passo é deixar esfriar e então tomar três xícaras por dia;

O Xarope de alcaçuz deve ter a dosagem, em média, entre 50 e 200 ml por dia;

O Pó de alcaçuz deve ser consumido de 2 a 5 g e tomado três vezes ao dia. O seu consumo pode ser por via oral ou então por aplicação sobre a pele;

O Extrato Fluido (1:1) deve ser utilizado de 30 a 50 gotas, de uma a três vezes por dia;

A Tintura (1:5) precisa ter a dose, em média, de 50 a 100 gotas, e também é ingerida de uma a três vezes ao dia.

 

Alcaçuz: Composição

A composição química do alcaçuz possui: saponinas sesquiterpênicas (ácido glicirrízico), flavonóides (isoflavonas e flavavonas), cumarinas, triterpenóides, substâncias estrogênicas, substâncias hormonais (desoxicorticosterona), glicose, sacarose, amilo, gomas, manitol, resinas e taninos.

Além disso, podemos destacar que a raiz do alcaçuz possui diversos e importantes nutrientes. Dentre eles, destacam-se os minerais, como fósforo, ferro, magnésio, zinco, cálcio, potássio, silício e o selênio.

Nutrientes como os fitonutrientes, flavonoides e polissacarídeos também são encontrados em sua composição. Além desses, constituí-se também das vitaminas B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina), B5 (ácido pantotênico) e a vitamina E (tocoferol).

 

Alcaçuz: Efeitos colaterais

Mesmo sendo uma planta repleta de benefícios, a alcaçuz ainda sim, pode vir a apresentar riscos caso seu uso não seja feito de maneira controlada. Os adversos efeitos têm a ver com a presença do ácido glicirrízico.

Caso o consumidor deseje evitar quaisquer problemas que serão comentados a seguir, deve-se dar preferência ao uso da alcaçuz desglicirrizado (DGL). Além disso, é recomendado que seu uso seja feito sempre com indicação de um profissional.

 

Contraindicações

O produto quando contém o ácido glicirrízico é contraindicado para mulheres que estão grávidas e em fase de lactação. Ele também é desaprovado para pessoas com anemia, insuficiência renal, pressão alta, glaucoma, problemas renais e cardiovasculares.

Nesse mesmo contexto ele também não é indicado para quem faz uso de anticoncepcionais orais e para quem consome remédios repositórios de hormônios.

 

Sintomas

Os efeitos colaterais podem variar muito dependendo do caso em questão. Os mais comuns são:

Aumento de nível do cortisol;
Elevação de pressão;
Oscilações no glicêmico;
Lentidão do metabolismo;
Redução de potássio no sangue;
Ritmo cardíaco irregular;
Problemas na gestação;
Maior retenção de líquidos;
Diminuição de inchaços.

Esses efeitos colaterais podem ser cumulativos ou não, onde irá variar de acordo com o tamanho e a quantidade das doses ingeridas por dia, além de como reagirá organismo de cada pessoa com o produto.

Por isso, seu uso deve ser sempre de maneira responsável, para evitar, ou ao menos atenuar, todos ou a maioria desses efeitos supracitados.

 

Alcaçuz: Benefícios e vantagens

Algumas das principais vantagens que essa planta traz para a vida de muitos ao redor do mundo, proporcionando saúde e bem estar, são por conta dos seus efeitos naturais.

Lembrando sempre que o acompanhamento profissional é de grande importância. Confira os principais efeitos benéficos providos do alcaçuz:

- Funciona como um anti-inflamatório;
- Age como mecanismo de expelidor de muco, ajudando em gripes, tosses e dores de garganta;
- Reduz os riscos de doenças cardiovasculares, devido aos compostos antioxidantes que ajudam na manutenção do colesterol;
- Fortalece o sistema imunológico e trata de infecções;
- Ajuda no funcionamento do fígado, reduzindo a toxicidade e estabelecendo o seu bom funcionamento;
- Alivia problemas respiratórios e ajuda no tratamento da asma.
- Assim como o uso consciente contribuirá de maneira considerável para reduzir os efeitos colaterais, este servirá também para potencializar as vantagens e benefícios advindos da ingestão deste produto.
- Isso trará o resultado esperado pelo consumidor mais rapidamente e com maior segurança para a sua saúde.

 

Saúde feminina

O uso de alcaçuz é uma boa alternativa para tratar da reposição de hormônios durante a menopausa, reduzindo ondas de calor e outros demais sintomas causados pela condição.

Além disso, a planta pode vir a ser utilizada para aliviar sintomas da TPM, tais como cãibras e demais desconfortos.

Por fim, devido ao seu efeito similar ao estrogênio, a planta também ajuda nos sintomas da síndrome do ovário policístico.

 

Saúde alimentar

A raiz é usada há mais de um milênio para aliviar problemas gastrointestinais, como a intoxicação alimentar, a gastrite, as úlceras estomacais e a azia.

Além disso, ela promove a perda de peso, por conta do aumento da queima de gordura em atividades físicas.

 

Saúde cerebral

Devido a presença da glabridina, que é um dos principais flavonoides encontrados na raiz da planta, é possível ter o efeito de proteção da saúde do cérebro. Desta forma. ela ajuda pessoas que sofrem devido a um acidente vascular cerebral.

Também, é possível prevenir estresses oxidativos, e até mesmo, reverter problemas de memória.

 

Saúde estética

Estendendo seus benefícios também para a beleza estética das pessoas, a alcaçuz é capaz de melhorar o tratamento de condições como a eczema, psoríase e o pé-de-atleta. É também notável a eficiência na redução de inchaços e no seu efeito clareador.

Outra vantagem estética é perceptível no seu auxílio na saúde dos cabelos, reduzindo de oleosidade, eliminando as caspas e prevenindo a queda de cabelos causados pela calvície.

 

Alcaçuz: Onde comprar

O alcaçuz pode vir a ser adquirido por meio de lojas de produtos naturais e em algumas feiras livres.

Seus derivados medicinais podem ser comprados em farmácias de manipulação. Já os seus demais derivados, como doces, bebidas alcoólicas e cosméticos, podem ser encontrados em estabelecimentos próprios e especializados em cada um dos diferentes segmentos.

Seu suplementos podem ser adquiridos em lojas especializadas de suplementos e produtos naturais, como a Nature Center.


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog