Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 21 Produtos em 1 páginas
Mostrando 21 Produtos em 1 páginas

Carotenóides

Você conhece os carotenóides e os seus benefícios para o corpo humano? Algumas substâncias presentes nos alimentos apresentam uma importância enorme no meio celular e nos tecidos, muitas pessoas não conseguem ter noção.

Por estarem presentes nos alimentos, a ingestão dos carotenóides muitas vezes é inevitável e isso é bom para o corpo: o ser humano não consegue produzir tais pigmentos, mesmo assim é importante a sua ingestão.

Se você deseja conhecer mais sobre os carotenóides, o que são, suas funções, benefícios e onde encontramos, é só continuar a leitura o artigo! Aqui você encontra um estudo completo desses pigmentos de acordo com a comunidade científica.

 

O que são carotenóides

Carotenóides são compostos químicos responsáveis pela pigmentação de microrganismos, plantas e animais. Os tons amarelo, laranja e vermelho são originados a partir dessas substâncias. Existem seres vivos que conseguem produzir esses pigmentos, como as plantas e microrganismos, porém os animais não conseguem.

Como os animais não conseguem sintetizar, devem adquirir tais pigmentos através da alimentação. Essas substâncias são lipossolúveis, ou seja, só conseguem ser dissolvidas em lipídios.

Os carotenóides possuem diferentes organizações e estruturas em suas moléculas. Por existirem muitos, os cientistas organizam para uma melhor compreensão e estudo. Logo, eles são classificados em duas classes: os carotenos e as xantofilas.


Carotenos

Esses são conhecidos como carotenos, são formados apenas por carbono e hidrogênio. Nesse grupo estão presentes muitos pigmentos que fazem parte da realização da fotossíntese, e é encontrado nas plantas.

A cor da laranja, abóbora, maracujá e tomate são por conta desses pigmentos. Outros carotenóides estão presentes também nos animais, como caranguejo, flamingo, camarão, onde esses animais conseguem através da alimentação.


Xantofilas

Os pigmentos presentes nesse grupo não têm apenas átomos de carbono e hidrogênio, mas também apresentam oxigênio e outros grupos. As xantofilas são responsáveis pelas cores que variam do marrom, amarelo ou vermelho.

Existem muitos estudos que falam dos mais variados tipos de carotenóides e suas importâncias para os seres vivos. Neste texto iremos discutir acerca de quais benefícios esses pigmentos trazem para o ser humano.

 

Carotenóides: Para que serve

Cada vez mais os estudos encontram a importância deles para a saúde do organismo. Acredita-se que hoje existam cerca de 600 carotenóides classificados, com diferentes estruturas e funções.

Muitos são seus benefícios para a manutenção do corpo. Alguns até contribuem para a formação de vitaminas, como a vitamina A. Outros, apresentam a função de coloração e antioxidante.

Todas as formas de pigmentos apresentam suas importâncias específicas. Nesta parte do artigo, será apresentado alguns dos carotenóides mais importantes para o ser humano e suas funções.


Licopeno

O licopeno é um pigmento que dá a cor vermelha ao tomate, melancia, goiaba e mamão, dentre outros alimentos. Esse pigmento também é encontrado em alimentos derivados, como o molho de tomate ou catchup. Após o cozimento a sua absorção aumenta, principalmente se está em meio oleoso.

Esse caroteno tem ganhado uma atenção a mais nas pesquisas científicas, pois apresenta uma função de prevenção de câncer de próstata e doenças cardiovasculares. Isso porque esse pigmento é um importante antioxidante, que interage com o oxigênio e outras moléculas.

Muitos estudos têm mostrado que o licopeno atua na prevenção os danos ao DNA das células, faz com que essas moléculas não fiquem expostas a radicais livres. Há também uma propriedade de diminuir a produção de LDL, o colesterol ruim.

Além de diminuir a síntese, os estudos mostram que o licopeno também tem a capacidade de fazer com que o LDL acumulado seja degradado. Isso contribui para a prevenção de doenças do coração e vasos.

Existem estudos que mostram a importância do licopeno para as células. Dentre essas funções temos o aumento da comunicação entre as células e participação de processos que envolvem a produção de ATP (energia).


Astaxantina

A astaxantina é um carotenoide que atribui coloração vermelha em algumas algas e também aos frutos do mar, como camarão, lagosta e caranguejo. Além disso, há os peixes, que apresentam a cor avermelhada por conta da ingestão desse pigmento.

De acordo com as pesquisas, a astaxantina é também um antioxidante bastante eficaz e que sua ação não causa danos às células. Por isso, é uma fonte recomendável para a suplementação diária.

Além de antioxidante, esse pigmento é uma fonte de propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Assim, pode ser uma boa alternativa para quem tem doenças crônicas, como artrite.

A Astaxantina é ainda muito importante para a visão, pois previne doenças no olho e mantém esse órgão saudável. Sem falar que sua ação antioxidante tira os radicais livres presentes nos tecidos. Confira outras funções:

- Protege a pele;
- Ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares;
- Protege os neurônios;
- Previne o envelhecimento.

Assim, pessoas que não consomem os alimentos ricos em astaxantina podem se beneficiar com a suplementação se for indicada pelo profissional de saúde.

Outra importante função da astaxantina é na diminuição da fadiga, o que pode ser indicada para pessoas que praticam exercício físico. Os músculos conseguem se recuperar mais facilmente e alguns atletas se beneficiam com esse carotenoide.


Beta-caroteno

O beta-caroteno é um pigmento que dá a cor laranja e vermelha a alguns vegetais, como as frutas. Geralmente esses são os pigmentos mais abundantes nos vegetais. Boa parte desse carotenóide é precursor da vitamina A, que confere tamanha importância para processos orgânicos.

Esse carotenóide tem a importância de fortalecer o sistema imunológico, além de ser um bom antioxidante. Isso protege as células do organismo contra qualquer substância nociva, que pode provocar envelhecimento e doenças.

Assim como outros carotenóides, o beta-caroteno também previne contra doenças cardíacas e vários tipos de câncer. Muitos estudos mostram que ao consumir esse pigmento, a pessoa pode reduzir em até 50% o risco de infartos e outros problemas cardíacos.

Como fortalece as células e retira toxinas, a prevenção de câncer de pulmão, mama, próstata e bexiga é uma função importante do beta-caroteno. Além disso, protege a pele contra os raios solares.


Luteína e Zeaxantina

Muito parecido com a luteína, esse pigmento traz as cores alaranjada e amarela para os alimentos. Já que, como os outros carotenóides, a zeaxantina não pode ser produzida pelo corpo, é na alimentação que ela irá ser ingerida.

As funções são basicamente as mesmas: prevenção do envelhecimento e de células cancerosas, também protege o olho e previne doenças oculares. É um bom antioxidante, por isso previne doenças cardiovasculares e protege as células dos danos.

 

Carotenóides: Como tomar

Os carotenóides podem ser consumidos naturalmente através da alimentação variada e saudável. Se for necessário e conversado com um profissional de saúde, a suplementação é uma boa aliada para conseguir os benefícios desses pigmentos.

No caso de haver a necessidade de suplementação, essa ingestão deve ser recomendada e acompanhada por um profissional habilitado da área da saúde. Isso dará mais celeridade para os resultados e diminuição dos efeitos colaterais.


Alimentos ricos em carotenóides

Os alimentos que encontramos estes pigmentos irão variar de acordo com o tipo de carotenoide que deseja consumir. No geral, podemos encontrar carotenóides nos vegetais, onde podem ser encontrados juntos aos cloroplastos das células.

Alimentos com as cores amarela, laranja e vermelha geralmente contém quantidades significativas de carotenóides. Mas também estão em vegetais de folhas verdes. Confira abaixo os tipos de carotenóides e onde são encontrados:

- Beta-caroteno: manga, goiaba, cenoura, abóbora, espinafre, couve e melão;
- Licopeno: tomate, goiaba vermelha, mamão, pitanga, algas marinhas;
- Luteína e zeaxantina: manjericão, espinafre, couve, ervilha, milho, brócolis, salsa;
- Astaxantina: frutos do mar, como camarão, caranguejo, ou até em algas vermelhas.

Estes são alguns alimentos onde encontramos os carotenóides. Existem muito mais, como maracujá, pêssego, espinafre, couve, pimentão, brócolis, entre outros vegetais. Geralmente a absorção dos pigmentos aumentam após o cozimento dos alimentos.


Suplementação de carotenóides

A suplementação a base de carotenóides é indicada em alguns casos específicos, para prevenção de doenças e ingestão normal desses pigmentos para a manutenção da saúde. Muitas vezes as pessoas que apresentam doenças crônicas podem ser beneficiadas com a suplementação.

Como alguns carotenóides tem a função anti-inflamatória e ajuda na regeneração dos músculos, a suplementação pode ser uma boa opção para atletas. Sempre busque uma ajuda médica antes de começar a ingestão das cápsulas.

As cápsulas podem ser ingeridas até duas unidades ao dia, de acordo com o seu médico. Assim, os benefícios serão atingidos com mais facilidade.

 

Carotenóides: Bula e composição

A composição das cápsulas vai depender do tipo de suplemento. Podemos encontrar no mercado suplementos que contém mais de um carotenóide, como por exemplo a luteína e a zeaxantina.

Já outras suplementações apresentam os carotenóides associados a vitaminas A, C e E, além de minerais. Pode ser encontrado proteínas em menor quantidade. Geralmente não contém glúten nem lactose nas cápsulas e são produzidas de forma natural.

 

Carotenóides: Efeitos colaterais

No consumo das cápsulas deve-se ter cuidados, primeiro que o suplemento não é um tipo de medicamento, ele irá melhorar a saúde das pessoas. Então, é importante buscar ajuda médica antes de iniciar a ingestão. Só assim a potencialização dos benefícios pode ser alcançada.

Os suplementos não podem ser ingeridos por pessoas que apresentem uma hipersensibilidade a qualquer substância presente na fórmula. O produto não é recomendado para pessoas menores de 18 anos, assim como grávidas e lactantes. Antes de iniciar a ingestão é necessário procurar ajuda médica.

Outro problema se refere ao consumo exagerado dos carotenóides. As cápsulas devem ser tomadas de acordo com a orientação médica, pois podem causar sintomas adversos. Por exemplo, o excesso de betacaroteno no organismo pode causar uma situação conhecida como carotenodermia, uma cor laranja na pele.

Os problemas causados pelo excesso de carotenóides podem ser prejudiciais para fumantes, também. Pode aparecer problemas no pulmão para essas pessoas. Algumas vezes pode aumentar o risco de problemas na próstata ou hemorragias.

Muitos estudos científicos mostram que no geral não há efeitos colaterais na suplementação se feita adequadamente. Porém é sempre bom ficar atento a qualquer sintoma que aparece quando se inicia a suplementação e buscar ajuda médica caso apareça algum sintoma.

 

Carotenóides: Benefícios e vantagens

Os carotenóides, de acordo com seu tipo, podem apresentar inúmeros benefícios e vantagens. Esses pigmentos são conhecidos como antioxidantes, o que previne o envelhecimento celular e combate os radicais livres.

Como previnem o envelhecimento, esses compostos podem ser uma boa vantagem na prevenção de vários tipos de câncer, como por exemplo, o câncer de próstata, pulmão e de mama. Por ser antioxidante, protege a pele contra raios solares e efeitos nocivos.

Outra função importante é a propriedade anti-inflamatória, o que é uma vantagem para pessoas que apresentam problemas crônicos em músculos e articulações. Alguns pigmentos podem ajudar na regeneração dos músculos, por isso é bom para atletas.

Além disso, alguns compostos contribuem para a produção de ATP e da vitamina A. São responsáveis pela proteção e manutenção da visão, previne contra doenças oculares.

Alguns carotenoides ajudam ainda a combater o colesterol ruim (LDL), previne doenças cardíacas. A astaxantina, por exemplo, ainda tem o benefício de proteger os neurônios. Além disso, os carotenóides atuam nas células, ajuda em processos químicos, como a proteção de DNA e aumenta a comunicação celular.

 

Carotenóides: Onde comprar

A suplementação do carotenóide, quando indicado pelo médico, pode ser uma forma de trazer vida saudável e prevenção a doenças. Essas cápsulas podem ser encontradas em lojas que vendem produtos naturais.

Procure sempre saber se a loja é de confiança e se os produtos estão dentro dos prazos e não consuma produtos sem o licenciamento adequado. A Nature Center é uma loja de produtos naturais que traz sempre os melhores preços e produtos.

Lá você encontra o suplemento de carotenóides da forma que desejar: um carotenóide específico ou aliado a outros pigmentos. Além disso, há também cápsulas compostas de carotenóides, minerais e vitaminas, a fim de potencializar o efeito saudável.


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog