Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas

Crataegus: Saiba tudo sobre!

As plantas medicinais, como Crataegus, são usadas desde muito tempo atrás e seus conhecimentos foram acumulados no decorrer do tempo.

Os primeiros povos, através da observação e manipulação dessas plantas, concentraram ricos conhecimentos que foram passados de geração a geração.

Aqui será abordado tudo sobre Crataegus, como sua definição, para que serve, quais são as formas de ingestão, a composição da planta, os efeitos colaterais provocados, os benefícios trazidos e onde adquirir.

 

Crataegus: o que é?

As plantas do gênero Crataegus estão incluídas na família Rosaceae, família que apresenta uma grande quantidade de plantas conhecidas, como árvores e arbustos.

Crataegus é o nome referente a um gênero de plantas, popularmente é conhecida como pilriteiro, cuja funções no organismo podem ser variadas.

Esse gênero abrange mais de 280 espécies espalhadas por diversos habitats nos continentes, geralmente ocupa espaços temperados do Hemisfério Norte.

Algumas dessas, se encontram no Brasil. As principais espécies estudadas para fins medicinais são Crataegus monogyna e Crataegus oxyacantha.


Características da planta

Essas plantas geralmente atingem poucos metros, até cerca de 7 m. Apresentam galhos espinhosos, flores pequenas e com um aroma característico, que florescem no verão.

Possuem pequenos frutos avermelhados e arredondados com até 3 sementes. Suas partes podem ser usadas de diferentes formas.

As flores são bem vistas de diversos tipos de coloração. Muitas das plantas dessa família, produzem frutos que são consumidos no mundo, como a pera, pêssego, maçã. Outras são usadas para decorar jardins.

A espécie Crataegus monogyna e C. oxyacantha são bastante encontradas em Portugal, e são chamadas por vários nomes, como por exemplo combroeiro, pilriteiro (já mencionado) e espinha-branca. Vários são os benefícios proporcionados por elas, como será mostrado a seguir.

 

Crataegus: para que serve?

Algumas espécies desse gênero são usadas em países como a China para a produção de fármacos desde muito tempo atrás.

Esses produtos auxiliam a digestão e promove um melhor funcionamento desse sistema. Neste texto trataremos de mencionar a função das plantas C. oxyacantha e C. monogyna.


Crataegus oxyacantha

A planta C. oxyacantha é utilizada para promover uma melhor circulação sanguínea, fortalecer o músculo cardíaco, combater a insônia.

Geralmente ela é utilizada para a produção de cápsulas que ajudam a combater a ansiedade e o nervosismo, bem como os benefícios já citados.


Crataegus monogyna

Já C. monogyna é conhecida por seus efeitos antioxidante, o que traz o benefício de combater os radicais livres, assim atua ao combater o envelhecimento e desgaste do corpo.

Também auxilia nos processos inflamatórios, contribui com as atividades das células. Esse benefício também é verificado pela C. Oxyacantha.

Sua fórmula pode ainda proporcionar uma boa saúde da pele, melhorar processos digestivos e atuar como anti-inflamatório.

Muitas partes da planta podem auxiliar nesses benefícios, pois possuem flavonoides, ácidos e outros nutrientes que contribui para um bom desenvolvimento do organismo e até prevenção de doenças.

Agora iremos observar um pouco sobre o potencial dessas plantas. Conheça a seguir para que serve a planta detalhadamente.


Melhora os músculos cardíacos

Muitos dos artigos científicos trazem as melhorias que os ativos da planta podem proporcionar para os músculos cardíacos.

As propriedades da Crataegus podem auxiliar até pessoas doentes do coração, que sofrem de cardiopatias ou alterações no ritmo cardíaco.

Os flavonoides presentes na planta atuam através da nutrição do sistema cardíaco, e contribuem para um coração mais saudável.

Também ajuda a melhorar uma boa circulação e boa saúde das artérias. Isso por causa também de sua propriedade antioxidante, e, por isso, atua no combate aos radicais livres.

Estudos que envolvem pessoas com algum tipo de problemas de insuficiência cardíaca crônica mostraram que o suplemento contribui para uma melhoria considerável do sistema cardíaco. Não à toa, esse benefício é bastante estudado, o que se reflete cada vez mais em novos artigos científicos.


Reduz a pressão arterial

Como já dito neste material, alguns compostos são importantes para o bom funcionamento da pressão arterial, mantém o sangue livre de impurezas e deixa as artérias saudáveis.

As substâncias presentes têm uma função vasodilatadoras e relaxantes, o que contribui para um melhor fluxo sanguíneo. Isso é importante, pois a pressão alta pode provocar um desgaste de vasos sanguíneos.

U ma pessoa que apresenta a pressão sempre elevada, poderá apresentar problemas nos vasos sanguíneos, o que pode trazer muitos problemas, como o acidente vascular cerebral.


Equilibra o colesterol

O nosso corpo apresenta dois tipos de colesterol: o LDL e HDL. O primeiro pode promover problemas, por isso é chamado de colesterol ruim.

Já o HDL pode ajudar o organismo a funcionar melhor, limpa as artérias e promove uma melhoria na circulação sanguínea. O problema acontece quando o LDL se acumula nas artérias.

Estudos mostram que ao utilizar a planta, pessoas tiveram seu colesterol equilibrado, ou seja, as propriedades desta planta auxiliam a eliminar o colesterol ruim (LDL).

Esse colesterol pode trazer sérios problemas de saúde, como a aterosclerose. O LDL age ao evitar que gorduras fiquem acumuladas nas paredes dos vasos e causem obstruções.


Atua como antioxidante

Por conta de seus ativos, como alguns flavonoides, a planta medicinal atua como antioxidante, livra o corpo de radicais livres que prejudicam as células. Isso melhora o metabolismo e ajuda no antienvelhecimento.

Acredita-se também que essas substâncias promovem uma melhoria da pele e previnem a destruição de colágenos.

Sem mencionar os benefícios ligados a melhor movimentação de substâncias entre as células da pele.


Melhora a digestão

Um benefício que está em estudo é o relacionado a melhora da digestão, ou seja, a capacidade que o suplemento tem de contribuir para uma boa saúde digestiva.

Seus compostos promovem uma proteção de células intestinais. Os ativos diminuem a irritação, previnem o inchaço e atuam como anti-inflamatório.


Auxilia no tratamento de doenças do sistema nervoso

Uma vantagem de se utilizar suplemento a base de ativos dessa planta medicinal, é o combate a alguns males comuns no dia a dia, como o estresse e ansiedade. Vale mencionar também que combate a insônia e o aumento na qualidade do sono.

É comprovado que a ingestão de maneira diária de produtos produzido à base de algumas substâncias da Crataegus é o suficiente para combater o estresse, insônia e irritabilidade.

 

Crataegus: como tomar?

A forma de utilização da planta pode ser de diversas maneiras. As formas mais comuns são por meio de chá, pode usar as folhas, flores ou frutos. O mais comum é que se utilize as folhas.

Outra forma bastante popular de consumo de derivados da Crataegus é na forma de cápsulas, vendidos em lojas de produtos naturais.

É importante frisar sobre os cuidados e problemas que a auto suplementação pode causar. Portanto, antes de fazer uso dos produtos derivado dessa planta, consulte um profissional da área para ter a indicação da melhor forma de consumo.


Chá

O chá é conhecido pela utilização como auxílio em problemas relacionados ao coração e na melhora a circulação do sangue. Pessoas que precisam regular o sono também o consomem nessa forma. É a maneira mais comum de se utilizar essa planta.

Na preparação, é preciso uma xícara de água e uma colher de chá das folhas secas do pilriteiro. Essa é a maneira convencional, pode-se utilizar outras partes da planta também.

Ferva a água, coloque na xícara e acrescente as folhas. Deixe repousar por 15 minutos. Antes de beber, coe. O chá poderá ser tomado duas ou três vezes durante o dia, a depender do efeito esperado.


Extrato

Além do chá, o pilriteiro poderá ser consumido também em forma de extratos. Essa forma você pode encontrar em lojas que vendem produtos naturais, ou até mesmo produzir em casa. Ao elaborar, você poderá utilizar alguma bebida alcoólica.

Para fazer, será necessário 200g das folhas secas para cada um litro da bebida alcoólica. Pique bem a erva e coloque numa vasilha de vidro, e acrescente a bebida.

Mexa bem e observe se a erva foi coberta pela bebida. Deixe repousar por 3 semanas em um local seco e arejado, pode misturar ele uma vez ao dia.

Para quem não deseja consumir o álcool, extratos também poderão ser feitas com glicerina ou outros produtos para substituí-lo. Em alguns mercados ou lojas poderá ser encontrado extratos da forma desejada.


Cápsulas

Em lojas de produtos naturais, poderá ainda ser vendida as cápsulas com os princípios ativos da planta, que são utilizadas principalmente para o benefício dos problemas nervosos e coração.

É importante sempre avaliar o seu estado de saúde com o médico e verificar a possibilidade de usar o suplemento. Geralmente uma cápsula por dia é o suficiente. Confira com o profissional de saúde.

 

Crataegus: bula e composição

As principais substâncias são os flavonoides e procianidinas. Em menor quantidade encontra-se outras composições como alguns ácidos e aminas. O pilriteiro também apresenta uma quantidade de vitamina C.

Alguns esteroides também estão presentes, o que atua como anti-inflamatórios. Já nas cápsulas, como é um suplemento natural, não apresenta nenhum outro composto significativo. É importante sempre buscar comprar em lojas especializadas e confiáveis.

 

Crataegus: efeitos colaterais

É importante ressaltar o cuidado de um suplemento, por mais que ele seja natural. A suplementação por conta própria pode gerar efeitos contrários, e por isso é importante verificar sempre com um profissional da área antes de iniciar o tratamento.

Alguns medicamentos podem ser potencializados com o uso de derivados da Crataegus. Como por exemplo medicamentos que promovem vasodilatação e diminuição da pressão arterial. Outro medicamento capaz de interagir com o pilriteiro é usado para a impotência sexual.

Não existem nos artigos algo em relação ao tempo de uso, porém é importante evitar o uso prolongado e altas doses.

Alguns efeitos colaterais:

- Cansaço;
- Náuseas;
- Menor frequência cardíaca (doses maiores).


Não é indicado para o uso em gestantes e lactantes. O uso é para é indicado para adultos, então verifique com o médico antes de ser usada por essas pessoas.

Contraindicado também para pacientes que possuam alergia a qualquer composto. Fique atento a qualquer sintoma repentino. Em caso de efeitos colaterais, o uso deve ser evitado.

 

Crataegus: benefícios e vantagens

Como visto neste material, os benefícios e vantagens de tomar Crataegus no dia a dia são amplos. Os mais importantes se referem a melhoria de doenças cardíacas crônicas, auxilia no melhor funcionamento dos músculos cardíacos.

Além disso, auxilia no equilíbrio do colesterol e na diminuição da quantidade de LDL, que pode causar doenças vasculares.

É vantajoso para quem apresenta sintomas leves de ansiedade, estresse e insônia, promove uma melhor vasodilatação, melhora a frequência cardíaca e facilita o relaxamento. Previne o corpo de radicais livres, ajuda no desenvolvimento e proteção de células da pele.

Os compostos fenólicos atuam ainda como antioxidante, melhora a circulação sanguínea e a digestão.

Promove uma ação anti-inflamatória e por isso causa benefícios para as células do organismo. Estudos mostram o potencial de melhorar as inflamações de origem bacteriana.

 

Crataegus: onde comprar

Na internet você poderá encontrar lojas confiáveis para comprar esse suplemento natural, como a Nature Center, empresa que é referência no mercado de suplementos naturais.

Antes de consumir o suplemento, consulte seu profissional da saúde de confiança. Ele poderá mostrar qual a melhor forma de consumo para o seu caso, pois existem algumas maneiras de obter de maneira mais satisfatória os seus benefícios.


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog