Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas

Marapuama: saiba tudo sobre!

Cada vez mais os estudiosos buscam conhecer a Marapuama por suas inúmeras vantagens e nutrientes. Este artigo irá facilitar seu conhecimento sobre a planta a partir das pesquisas. Veja a seguir os benefícios e como deve ser ingerida esta erva medicinal.

 

Marapuama: o que é?

A planta conhecida popularmente como marapuama, é uma árvore natural da Região Norte do Brasil e pode também ser encontrada na Guiana Francesa. É pertencente a uma família chamada Oleaceae e contém cerca de 680 espécies.

As plantas dessa família podem crescer e se desenvolver como arbustos ou até mesmo árvores e possuir cipós. Outras espécies conhecidas desta família é o jasmim e as oliveiras. A maioria das espécies podem ser encontradas no continente europeu ou asiático.

O nome científico da marapuama é Ptychopetalum olacoides, além de ser conhecida por outros nomes, como liriosma ou pau-homem. Suas folhas frescas podem ser encontradas em mercados, como também suas cascas secas e picadas.

A planta medicinal conhecida popularmente como marapuama é bastante conhecida por seus variados benefícios. É uma planta originada da Amazônia, um habitat tropical.

Alguns produtos podem ser fornecidos a partir de suas folhas ou cascas, como suplemento alimentar e/ou para combater alguns males.

Acredita-se que os nativos da floresta Amazônica utilizam essa planta há algum tempo, para combater diversos males que acarretam o corpo humano. Devido a isso, a erva tem sido estudada cada vez mais por pesquisadores, impressionados com seus benefícios.

 

Marapuama: para que serve?

A marapuama serve para inúmeros problemas. Seus compostos nutritivos são importantes para prevenção de doenças e para os combates de outras.

Não à toa, os povos oriundos das regiões nativas da planta utilizam para conter moléstias ligadas ao intestino, combater TPM e inchaços abdominais.

A planta contém inúmeros benefícios, dentre eles podem ser destacar o aumento de energia, uma boa circulação do sangue, anti-estresse e diminui a ansiedade.

Os nativos da região utilizam também essa planta para o aumento de libido e contra a impotência sexual. Estudos têm mostrados seus efeitos benéficos para o sistema nervoso e para o emagrecimento.

O aumento da libido, como mencionado, também é um motivo pelo qual as pessoas buscam conhecer mais a planta. Além de que pode ajudar em problemas ligado à disfunção erétil, ejaculação precoce.

Os estudos recentes buscam compreender como a planta funciona no sistema nervoso, pois suas substâncias estão ligadas a uma melhoria no estresse e melhora das células neuromotoras.


Melhora a circulação sanguínea

Sua composição ajuda na melhoria da anemia e tem uma melhora da circulação sanguínea. Estudos têm verificado sua eficácia na ativação da circulação, principalmente na área pélvica, o que contribui para uma melhoria de dores na região.

Os ativos presentes na planta, como ácidos e alcalóides, têm contribuído para esse efeito de uma melhor circulação sanguínea. Isso promove uma melhoria na qualidade de vida de pessoas com problemas de circulação e fadiga.


Trata doenças

Alguns efeitos da planta estão ligados com o tratamento de doenças reumáticas e disfunção erétil. Como seus compostos ajudam a evitar sintomas da TPM, promove uma circulação melhor da pelve e alivia cólicas menstruais.

O uso do chá das raízes da planta é utilizado por nativos para esses fins, principalmente. Acredita-se que essas são as duas partes da planta que mais apresenta características e nutrientes.


Combate ao estresse e fadiga

Como algumas substâncias presentes atuam no sistema nervoso, é indicado também para a melhoria dos sintomas como o estresse e fadiga. Alguns sintomas do estresse podem ser reduzidos, inclusive.

Por combater ativamente o estresse do corpo e melhorar esses sintomas, ela auxilia o organismo ao diminuir a queda de cabelo. Não somente esse sintoma, mas alguns outros estão em estudo, visto que existem inúmeros benefícios ligados a sua propriedade antiestresse.

Acredita-se também no seu potencial de melhoria de sintomas depressivos, o que tem chamado atenção de pesquisadores cada vez mais. Como as células nervosas são ativadas ainda há pesquisas para a verificação.


Afrodisíaco

Um dos mais comuns motivos para consumir produtos à base de marapuama é o poder afrodisíaco. Acredita-se que esse poder se dá ao fato de melhorar o estresse e a circulação sanguínea, além de aliviar dores intestinais.

Estudos mostram como a sua composição ativa o sistema nervoso e promove um alívio de problemas citados anteriormente, o que contribui para a sua propriedade afrodisíaca. Além da disposição que o suplemento pode dar.


Disfunções intestinais

Como já dito no artigo, o combate de problemas intestinais é promovido pela erva medicinal. Isso pode ser levado em conta a melhoria de diarreias pela ativação da circulação pélvica e seus compostos anti-inflamatórios previne contra tais doenças.

​Muitos acreditam no potencial de ativação da circulação nessa região, que estimula assim o sistema digestório. A melhoria pode ser dar através da prevenção ou combate de doenças nesta região.


Melhora a memória

Os estudos que ainda estão em desenvolvimento mostram que as substâncias das raízes e casca atua diretamente no sistema nervoso e pode até combater algumas doenças nervosas. Uma das doenças que está sob estudo é a doença de Parkinson.

Consequentemente, tem se mostrado interesse na melhoria da memória por atuar ativamente em células nervosas do encéfalo. Alguns ativos da planta excita o cérebro, o que promove esse efeito. Evita até a perda de memória, segundo alguns artigos científicos.


Emagrecedor

Outros estudos têm mostrado a eficácia da planta para ajudar no emagrecimento. Como é um composto que ativa a circulação sanguínea e combate sintomas de fadiga e indisposição, o organismo se vê com as funcionalidades mais ativas e isso pode contribuir para potencializar o processo de emagrecimento.

Estudiosos mostram também o grande potencial de compostos da planta diminuir alguns sintomas da anorexia, entretanto deve ser analisado por um profissional.

Porém, o cuidado deve ser dobrado, pois há substâncias vendidas em locais não confiáveis que acabam por misturar esse composto com outros emagrecedores. Isso pode ser danoso para o corpo e por isso é importante consultar o médico antes de iniciar esse tratamento.


Combate ao inchaço e reumatismo

O combate ao inchaço se dá a partir do uso de alguns substratos da planta. Devido a ativação da digestão e do metabolismo pertencente a região pélvica, verificou-se uma redução do inchaço.

Além disso, o extrato pode promover a melhoria de quadros de reumatismo e até mesmo a prevenção dessa moléstia. Alguns compostos são utilizados no tratamento dessas doenças. Vale lembrar que por combater o inchaço, ela também ameniza as celulites.


Aumento da libido

Devido a promoção do aumento de circulação, diminuição de estresse e consequentemente ativação do organismo, ocorreram casos de aumento da libido. Até mesmo por conta da melhor circulação na região pélvica, promovido por alguns compostos pertencentes a marapuama.

Por conta de alguns alcalóides que ativa o sistema nervoso e causam excitação de células, o aumento da libido pode sim ser possível. Nativos sempre utilizaram com esse fim, além de melhorias da frigidez e impotência sexual.

Facilita o metabolismo de células neuromotoras

Os estudos recentes trazem uma nova melhoria como uso da planta medicinal: o melhor desenvolvimento de células neuromotoras. Existem artigos de alguns países europeus que comprovam alguns benefícios no tratamento de paralisias parciais.

​A doença de Parkinson poderá ser prevenida e também alguns sintomas poderão ser tratados com compostos presentes nesta planta. Os estudos são favoráveis para a utilização no caso dessas doenças neurais.

 

Marapuama: Como tomar

A forma mais comum é através de chá de suas raízes ou cascas, pois acredita-se que são onde apresenta maior compostos nutritivos. É uma planta encontrada facilmente na região Norte do Brasil e consumida por idosos.

Além do chá, pode ser feito cápsulas em indústrias farmacêuticas e vendidas por lojas de produtos naturais. O consumo vai de acordo com o indicado por profissional de saúde. Alguns locais podem vender a planta fresca ou seca, até mesmo em pó.

O modo de uso pode ser diverso, de acordo com seu objetivo. Para combater má circulação, deverá ser feito chá ou compressas para aplicar no local desejado.

A preparação do chá se dá da seguinte forma: duas colheres de sopa das cascas ou pó seco para um litro de água. Ferver por 20 minutos e em seguida deixar em repouso tampado. Antes de tomar deve ser coado para retirar os pedaços de cascas.

 

Marapuama: Bula e composição

A composição vai de ácidos a alcalóides. Alguns alcalóides encontrados são muirapuamina, a mais conhecida. Os ácidos orgânicos são variados, como por exemplo ácido araquídico e o ácido lignocérico. Apresentam alguns esteróis e óleos essenciais.

Já relacionada às cápsulas, elas são naturais, não apresentam outras substâncias significativas, apenas as encontradas nas cascas e raízes, que são a parte da planta mais eficaz.

O chá poderá ser tomado duas ou três vezes ao dia, a depender do efeito que quer almejar. As cápsulas são de acordo com a prescrição médica, o ideal é consumir de uma a duas cápsulas durante o dia. É importante consultar sempre o médico antes de usar qualquer formato.

 

Marapuama: Efeitos colaterais

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar a importância de buscar ajuda profissional antes de começar a utilizar o produto. Mesmo que a substância seja natural e não precise que o médico receite, vale ressaltar que plantas contêm ativos, que muitas vezes são colocados em remédios.

As substâncias retiradas da planta podem ser alérgicas para algumas pessoas, sem falar que quando se usa em excesso e sem orientação médica, pode aparecer no decorrer do tempo efeitos colaterais.

Alguns efeitos colaterais são o aumento da pressão arterial e ejaculação precoce. Alguns tremores no corpo podem aparecer no decorrer do tempo ou ao tomar em excesso.

Não se têm evidências de que grávidas ou lactantes podem tomar. Essas pessoas deverão ter orientação médica para verificação. Pessoas alérgicas a algum composto ou pessoas com problemas cardíacos não poderão consumir o suplemento alimentar ou outros produtos derivados dessa planta.

Em caso de sensibilidade ao produto, recomenda-se a suspensão do uso. Além disso, para pessoas que desejam perder peso, é importante aliar com atividades física e dieta. O potencial da planta auxilia na perda de peso, porém é importante aderir uma vida saudável para o efeito ser potencializador.

As cápsulas e as partes da planta deverão ser mantidas em locais frescos e não deverão ser usadas fora do prazo de validade. A recomendação do produto geralmente é para adultos, não pode ocorrer a auto-suplementação em nenhum caso, principalmente para crianças e idosos.

 

Marapuama: Benefícios e vantagens

As vantagens dessa planta medicinal podem ser inúmeras. Os nativos a utilizam desde tempos antigos, para diversos fins.

O chá ou a suplementação da Marapuama poderá contribuir para a prevenção de doenças como reumatismos ou doenças do sistema nervoso. Melhora o funcionamento de células neuromotoras e pode auxiliar na paralisia parcial.

Os seus ativos melhoram o desempenho da circulação sanguínea, o que inclui a região pélvica. Essa vantagem contribui para a prevenção de doenças intestinais, aumento da libido e combate ao inchaço. Melhora os sintomas da TPM e é considerado afrodisíaco, poder mais comentado entre os nativos.

Por ser estimulante, ainda coopera para evitar a fadiga e o estresse. Os sintomas como queda de cabelo também são benéficos.

Outra característica do uso se deve a perda de peso quando aliado aos exercícios, por exemplo. Por aumentar a disposição e a circulação sanguínea e acelerar o metabolismo.

 

Marapuama: Onde comprar

A compra da planta ou dos ativos poderão ser feitas por lojas confiáveis que vendem produtos naturais. Pode ser comprado as cápsulas ou o pó, como também raízes e cascas secas e frescas.

O suplemento pode ser facilmente adquirido no site da Nature Center. Uma loja online referência no mercado, que traz uma variedade de produtos voltados a saúde de forma segura.

Vale ressaltar o cuidado ao comprar esse produto, pois muitos estabelecimentos acabam por vender o princípio ativo da planta com outros produtos, a fim de promover uma perda de peso. esse é um fator que deve levar em conta, já que pode causar problemas.


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog