Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 8 Produtos em 1 páginas
Mostrando 8 Produtos em 1 páginas

Moringa

Atualmente, as pessoas buscam manter um corpo em forma, conseguir seguir uma alimentação rica em todos os nutrientes necessários para o corpo e ter uma rotina de exercícios físicos em meio à correria da rotina semanal.

No entanto, o que essas pessoas muitas vezes não sabem é que a própria natureza nos oferece opções que podem auxiliar a busca por uma saúde de ferro, principalmente no que diz respeito a certas plantas milenares, consideradas poderosas substâncias medicinais, como é o caso da moringa.

Trazida diretamente da Ásia, essa planta é comumente denominada como “árvore da vida”. Sabe por quê? Pois possui uma riqueza nutricional exacerbada que a coloca no rol de “superalimentos”. Além disso, pode ser utilizada de forma completa, desde sua raiz até suas folhas e sementes. Em muitos estudos científicos, ela foi considerada uma grande solução para o triste problema da desnutrição que assola inúmeros países pelo mundo.

Mas o que exatamente é essa planta? Como ela funciona? Quais benefícios pode trazer ao organismo? Quem pode consumi-la? Há contraindicações para seu uso? Confira, no texto a seguir, todas as respostas para essas perguntas e obtenha mais informações sobre esse assunto!

 

O que é Moringa?

A moringa, de nome científico Moringa oleifera, é uma planta pertencente à família Moringaceae. No Brasil, é popularmente conhecida como acácia branca, árvore-rabanete-de- cavalo, moringueiro, cedro e quiabo-de-quina. Os ramos dessa árvore se desenvolvem até atingirem aproximadamente 12 metros de altura e até 10 metros de comprimento, não exigindo muita água para seu crescimento, o que definitivamente facilita, e muito, o seu cultivo e preservação.

O interessante sobre essa planta é o excessivo valor nutricional de seus frutos e folhas. Além disso, é notável o fato de que todas as partes dessa árvore são comestíveis, sendo possível, inclusive, a produção de um tipo de óleo por meio da extração de suas sementes, o qual pode ser utilizado na pele e nos cabelos para aumentar a hidratação. Assim, essa árvore é amplamente cultivada por ser uma excelente fonte de nutrição, além, é claro, de auxiliar no comércio com os produtos advindos de seu cultivo.

Inúmeros estudos internacionais já atestaram a eficácia dessa planta no que diz respeito a ações analgésicas, antioxidantes, anti-hipertensivas e antiúlceras. Todas essas propriedades são obtidas por meio dos componentes presentes em suas folhas, sendo eles os flavanoides, polifenóis, alcaloides e glucosinolatos.

Em relação a outras propriedades, essa planta possui rico valor nutricional, já que aproximadamente uma xícara de suas folhas é capaz de fornecer vitaminas C e A e cerca de dois gramas de proteína. Não é à toa que ela é altamente recomendada por entidades como UNICEF e ONU para o combate à desnutrição de muitos países, além de seu uso medicinal e curativo.

Ademais, as folhas dessa planta têm sido utilizadas para o tratamento de algumas doenças respiratórias, diminuição da ansiedade, controle da concentração de açúcar no sangue e até mesmo para auxiliar a perda de peso.

Mas quais são, de fato, todos os benefícios dessa planta para o organismo? Acompanhe, a seguir, maiores informações!

 

Indicações e Benefícios da Moringa

A moringa é uma planta que possui mais de 46 antioxidantes diversos e 90 nutrientes, apresentando-se, assim, como uma das fontes da natureza mais ricas em minerais e vitaminas.

Dessa forma, são muitas as razões para que essa planta seja utilizada na dieta de inúmeras pessoas, visto que ela é considerada uma importante fonte de saúde. Todas as suas partes trazem vantagens medicinais, mineralizantes, antioxidantes e até mesmo antibacterianas. Assim, seu uso é amplamente indicado nos casos em que se deseja:

- Realizar o estímulo das defesas do organismo.
- Conseguir um aumento significativo da imunidade.
- Auxiliar a desintoxicação do corpo.
- Conseguir uma redução do incômodo inchaço.
- Aumentar os níveis de energia corporal.
- Reduzir o apetite e, assim, obter um corpo cada vez mais saudável.
- Auxiliar o processo de digestão.
- Promover a manutenção do controle da diabetes.
- Amenizar dores de cabeça.
- Proporcionar uma pele cada vez mais saudável.
- Diminuir os sintomas da menopausa.
- Prevenir a queda de cabelo.

Além disso, essa planta tem sido utilizado há séculos como poderosa ação medicinal contra doenças como hipertensão arterial, bronquite, anemia, epilepsia, diabetes, tuberculose, fibromialgia, artrite, sintomas da menopausa e asma. Para se ter uma ideia da potência de sua função medicinal, as folhas da árvore também são indicadas por sua ação antibiótica, anti-inflamatória, anticancerígena, sendo muito utilizada em doenças dos olhos, dos rins, do pâncreas e até mesmo do coração.

Evidentemente, a moringa age em inúmeros processos do nosso corpo, além de ser uma excelente opção para aquelas pessoas que buscam melhorar a cada dia mais a saúde do organismo. Acompanhe, a seguir, os principais benefícios que essa poderosa planta pode trazer:

- Alto poder antioxidante: um dos principais benefícios dessa planta é seu atrativo poder antioxidante. À medida que envelhecemos, nosso corpo passa a liberar cada vez mais radicais livres, o que ocasiona grande “estresse” para o organismo. O perigo é que essa ação oxidativa pode acarretar doenças degenerativas extremamente prejudiciais, como a Esclerose Lateral Amiotrófica, o Alzheimer e o Parkinson, podendo, inclusive, levar ao desenvolvimento de câncer. Pesquisas descobriram a poderosa capacidade das folhas dessa árvore de combater esses radicais livres, impedindo, assim, que ocorram tão temidas doenças. Seus principais antioxidantes são o beta-sitosterol, o ácido clorogênico, a quercetina, a zeatina e a rutina. Ademais, estudos confirmaram que a versão em pó dessa planta atingiu uma capacidade de absorção do nosso organismo maior do que qualquer outro componente antioxidante presente na natureza.
- Capacidade de controle do diabetes: a planta pode auxiliar o combate da diabetes de acordo com alguns estudos clínicos realizados em 2012. Assim, o perigo do nível elevado de açúcar no sangue pode ser controlado com a ingestão dessa planta aliada a uma dieta repleta de alimentos saudáveis.
- Fonte de minerais e aminoácidos: reconhecida como um superalimento, essa planta é capaz de fornecer proteínas necessárias para a melhora da pele e das cartilagens, visto que suas folhas apresentam grande quantidade de aminoácidos essenciais. Assim, pessoas que não têm o hábito de comer carne, por exemplo, podem encontrar nesse componente uma rica fonte de proteínas. Além disso, suas folhas também possuem alto teor de minerais, tais como cálcio, zinco, potássio e ferro, sendo fundamental no combate ao aumento da pressão arterial, bem como uma boa opção para quem quer fortificar a estrutura óssea e, consequentemente, evitar doenças como a osteoporose. A planta também contém vitaminas importantes, tais como as vitaminas K, E, C, A e B.
- Ajuda a retardar o processo de envelhecimento: as folhas secas dessa plantam promovem a saúde da pele por conta de seu alto poder nutritivo, ajudando, assim, a retardar o processo de envelhecimento da pele. Para se ter uma ideia, muitos produtos estéticos à venda já utilizam esse componente em sua composição devido à sua eficácia de fortalecimento das estruturas celulares, conseguindo, assim, impedir o surgimento de rugas e sinais de expressão.
- Facilita a aceleração do metabolismo: essa planta é utilizada por muitas das pessoas que estão em busca de um corpo com medidas cada vez mais saudáveis, pois, além de fornecer inúmeros nutrientes e conter doses muito baixas de gorduras, ajuda a acelerar o metabolismo, ocasionando, assim, um maior gasto calórico ao longo do dia. Além disso, também tem a capacidade de diminuir o apetite ao fornecer a sensação de saciedade e auxiliar o processo de digestão.

De forma resumida, essa potente planta é capaz de:

- Melhorar a capacidade respiratória ao atuar no combate de doenças como a asma.
- Prevenir a diabetes ao regular a ação oxidativa do organismo e diminuir as taxas de açúcar no sangue.
- Auxiliar a busca por um corpo em forma por conta de seu alto teor de fibras e proteínas, aumentando a sensação de saciedade.
- Proteger o coração ao diminuir a absorção de colesterol realizada pelo intestino e, consequentemente, a formação de placas de gordura nas veias arteriais.
- Promover a manutenção da pressão arterial ao regular a circulação sanguínea.
- Combater a anemia por conta da grande quantidade de ferro presente em suas folhas.
- Melhorar o sistema imunológico devido à presença de betacaroteno, polifenóis e vitamina C em sua composição.
- Amenizar inflamações por conta da presença de ácido clorogênico, quercetina e isotiocianatos, que auxiliam a diminuição do processo de inflamação no organismo, bem como o alívio dos sintomas de reumatismo, por exemplo.
- Atenuar os efeitos da menopausa, pois controla a ação oxidativa no organismo ao longo desse período, garantindo a estabilidade na concentração de hormônios femininos.
- Promover a melhora da visão por conta da presença de beta-caroteno, uma substância essencial na manutenção da saúde ocular.
- Hidratar e proteger a pele devido à sua alta quantidade de vitaminas A, C e E e complexo B, o que facilita a cicatrização da pele.
- Auxiliar o sistema digestivo ao prevenir úlceras estomacais, ser eficaz no combate à prisão de ventre e estimular a digestão por conta de seu alto teor de fibras.
- Ajudar a prevenir e tratar hemorroidas por conta de seu efeito vasodilatador, importante no estímulo da circulação sanguínea.


 

Como Consumir a Moringa?

Geralmente, a moringa pode ser consumida em chá, cápsulas, sementes ou pó. Independentemente da forma escolhida, os benefícios já mencionados estão garantidos!

A opção em chá é uma das mais consumidas atualmente devido à sua facilidade e rapidez para consumo. Para prepará-lo, acompanhe a seguir:

- Ingredientes: 250 ml de água; uma colher de sopa de folhas da planta. Modo de preparo: ferva a água, acrescente as folhas, tampe e deixe repousar por cerca de cinco minutos. Antes de beber, lembre-se de coar e garantir que a temperatura está adequada à sensibilidade bucal.

Embora ainda não haja comprovações científicas sobre as quantidades ideais de consumo dessa planta, certos estudos sugerem que a dose diária consista em cerca de 400 mg, a depender da escolha de como ingeri-la. Além do chá, as outras opções são:

- Cápsulas: quando a opção for pela versão em cápsulas, o sugerido é que se consuma de uma a duas cápsulas ao dia, preferencialmente junto com as refeições. No entanto, para que se tenha certeza, é extremamente recomendado que se consulte um fitoterapeuta capaz de auxiliar na definição da quantidade exata a ser consumida diariamente.

- Pó: a vantagem dessa versão é a de que pode ser consumida ao misturá-la com diferentes bebidas, tais como sopas, sucos, vitaminas, iogurte, café e outros tipos de chá.

- Sementes: ainda que as sementes dessa planta sejam comestíveis, é altamente recomendado que sua casca seja completamente retirada antes do consumo. Além disso, sugere-se que sua ingestão ocorra acompanhada de água.

Mas quais são as pessoas que podem usar esse produto? Quais são as indicações? Confira a seguir!

 

Quem pode consumir a Moringa?

Apesar de seus inúmeros benefícios, a moringa ainda está passando por fases de estudo, visto que não se sabe ao certo por quanto tempo pode ser realizado o seu consumo diário e contínuo. Além disso, as pesquisas também visam descobrir quais são as doses diárias recomendadas para que a planta possa promover todos os seus benefícios em nosso organismo.

Dessa forma, recomenda-se que, antes de iniciar o seu consumo, você se consulte com um nutricionista, fitoterapeuta ou médico especializado para que, assim, ele possa te auxiliar a escolher como e de que forma consumir essa poderosa planta!

 

Há contraindicações da Moringa?

Porém, apesar de todos esses benefícios da moringa, será que há alguma contraindicação para o seu consumo?

Algumas pessoas relataram alguns efeitos colaterais, como diarreia, vômito e náusea ao consumir a raiz da planta e alguns de seus extratos. Por esse motivo, o consumo dessas partes não é recomendado, pois podem conter substâncias tóxicas e nocivas ao organismo.

Mulheres grávidas, crianças e lactantes devem ter ainda mais cuidado no que diz respeito ao seu consumo, pois essa poderosa planta pode interferir na produção de leite e na gestação.

Como já mencionado, é sempre recomendado consultar um nutricionista, fitoterapeuta ou médico especialista, pois eles têm o conhecimento necessário para que a ingestão diária dessa suplementação ocorra sem problemas à saúde.

Agora você já sabe que a moringa é uma planta com inúmeros benefícios, como a aceleração do metabolismo, a diminuição de inflamações e o auxílio à cicatrização. Incluir elementos fornecidos pela natureza em nossa vida, sempre após consultar um médico especialista, torna-se essencial para que alcancemos com mais facilidade uma saúde de ferro e a tão desejada qualidade de vida!


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog