Saúde da Mulher

Saúde da Mulher

Mães, donas de casa, trabalhadoras, patroas, estudantes, esposas, etc. Já foi comprovado por meio de estudos que as mulheres trabalham quase 10 horas a mais que os homens, especialmente se incluirmos os afazeres domésticos.

Esta rotina atribulada causa muito desgaste e, por isso, a necessidade de ingestão de nutrientes é muito maior. No entanto, está cada vez mais difícil planejar refeições balanceadas e, especialmente, cozinhá-las. Por isso, a ingestão de suplementos pode ser uma grande aliada para a saúde da mulher.

Na maioria das vezes, a faixa etária em que se inicia o uso de suplementos é entre os 30 e 40 anos, com o intuito de suprir a carência de nutrientes que não conseguimos obter na alimentação e melhorar a saúde. Além disso, muitas mulheres procuram prevenir diversas doenças e, é claro, melhorar a aparência física e minimizar os efeitos da ação do tempo.

 

O que são Suplementos para a Saúde da Mulher?

Os suplementos para a saúde da mulher são aqueles que suprem a necessidade nutricional feminina. Entretanto, esta necessidade é muito específica, pois leva em consideração o ciclo menstrual, a TPM, a gestação, a menopausa, etc.

Muitos estudos vêm sendo feitos sobre isso e não é raro encontrar casos em que os nutrientes essenciais para a saúde feminina estão escassos, o que traz diversos problemas para a saúde e acaba piorando os sintomas naturais, especialmente os da menopausa.


Além dos ciclos da vida da mulher, a suplementação também leva em conta a sua alimentação (inclusive as dietas de baixa ingestão de calorias) e a jornada de trabalho, combinada com a responsabilidade de cuidar da casa.

 

Quais Suplementos para a Saúde da Mulher Consumir de Acordo com a Faixa Etária?

Muitas mulheres sabem que as necessidades de suplementação para melhorar a saúde da mulher crescem aos 40 anos de idade. No entanto, a perda de alguns nutrientes começa muito antes disso.

Além disso, muitos problemas como o envelhecimento precoce da pele e dos tecidos, além de doenças, podem ser prevenidos com a nutrição. Por isso, considere os suplementos como uma medicina preventiva.

25 anos

- Vitamina C: Como o sistema imunológico já começa a decair nessa idade, é importante que a jovem de 25 anos já inclua em sua rotina a suplementação de vitamina C.
- Colágeno: Grande preocupação das mulheres mais maduras, a perda de colágeno começa aos 25 anos: 1%, taxa que é o suficiente para aparecer alterações na pele. Um detalhe importante é que a Vitamina C otimiza o funcionamento do colágeno no organismo.

 

35 anos

- Colágeno: Se a perda dessa proteína se inicia aos 25 anos, aos 35 anos a mulher já produz menos 10% de colágeno. A pele fica mais elástica e fragilizada, o que pode causar rugas.
- Ômega 3: Quase 100% das mulheres tem celulite a partir dos 30 anos de idade. Por isso, uma suplementação com ômega 3, que possui propriedades anti-inflamatórias, pode ajudar a melhorar o aspecto da pele.
- Luteína e betacaroteno: Estes suplementos são ricos em antioxidantes, que previnem a perda da elasticidade da pele, suavizam manchas e combatem os radicais livres.
- Potássio: Outro problema que pode aparecer entre os 30 e 35 anos de idade é o aumento da pressão arterial.

40 anos

- Vitamina B12: A absorção dessa vitamina, tão importante para o organismo, começa a ser prejudicada quando chegamos aos 40.
- Colágeno: A essa altura, a produção de colágeno já caiu 15% e não é apenas a pele que começa a sofrer, já que os ossos começam a ficar mais frágeis, especialmente as articulações como cotovelos e joelhos.
- Estrogênio: A redução na produção de estrogênio está diretamente relacionada à queda do metabolismo. Como consequência, a mulher passa a ter mais tendência a engordar.
- Whey Protein: A massa muscular passa a diminuir com o passar dos anos, algo evitado por este suplemento muito conhecido por quem pratica musculação.
- Magnésio: Estudos comprovam que cerca de 70% das mulheres adultas sofrem com a deficiência nesse mineral, algo que vai piorando conforme a idade.

45 e 50 anos

Aos 45 anos, todos os suplementos já citados são importantes para o funcionamento do organismo, especialmente a Vitamina D. É importante adicionar suplementos à base de cálcio e zinco, para prevenir a osteoporose, melhorar a saúde dos olhos e reduzir os efeitos da idade na pele.

Além da faixa etária, outros fatores devem ser levados em conta para pensar na suplementação para a saúde da mulher, tais como:

Se a mulher pretende engravidar

O ácido fólico é muito importante para prevenir a má formação do feto. A ingestão deve ser iniciada meses antes da concepção, com doses diárias de 5 mg/dia. Consulte um ginecologista e um obstetra antes de começar o tratamento.

Gestante

Além do ácido fólico, outro nutriente que auxilia na formação fetal são as vitaminas do complexo B. Além disso, elas também ajudam a desenvolver o sistema nervoso.

Um problema que aparece após a gestação é a depressão pós-parto. As vitaminas deste complexo, especialmente a B6, incentivam a produção de dopamina e serotonina, diminuindo os enjoos e melhorando o estado mental e psicológico da mulher.

Durante a gestação, as mulheres ficam vulneráveis à anemia. Por isso, a suplementação com ferro pode ser indicada.

Lactantes

Durante a amamentação, as mulheres estão mais propensas a sentir fraqueza, já que boa parte dos nutrientes vai para o bebê, através do leite materno. Por isso, um suplemento multivitamínico, especialmente com vitaminas B, K, C e E podem ajudar a mamãe a não perder as forças e curtir o bebê.

Vegetarianas e Veganas

Não ingerir carne pode afetar a disposição de nutrientes caso a mulher não encontre outros meios. Nem sempre frutas, legumes e verduras suprem a necessidade, então pode ser necessário fazer a suplementação. A longo prazo, a carência pode afetar a saúde da mulher e, por isso, a vitamina B12 é uma das mais recomendadas.
 

Quais são as Diferenças entre o Whey Protein Tradicional e o Saúde da Mulher?

A suplementação é feita, naturalmente, com base nas necessidades, objetivos e rotina das mulheres. Há muitas vitaminas, minerais e diversos outros nutrientes disponíveis, sendo que os mais importantes para a manutenção da saúde da mulher e a prevenção de doenças são:

Vitamina D

Apesar da produção de Vitamina D ser feita no próprio organismo, sobretudo com a exposição ao sol (80% a 90%), muitas pessoas no mundo inteiro sofrem com sua deficiência. Isso acontece porque passamos muitas horas em locais fechados e, além disso, os raios do sol estão cada vez mais nocivos. Os benefícios dessa vitamina são:

- Auxilia na manutenção dos ossos, prevenindo a osteoporose e reduzindo o risco de fraturas ósseas;
- Melhora o sistema imunológico;
- Preserva a saúde da mama;
- Otimiza absorção do cálcio pelo organismo;
- Aumenta a energia;
- Melhora a disposição.

Ômega 3

O Ômega 3 não é uma vitamina, mas sim um ácido graxo poli-insaturado essencial. Poli- insaturados são considerados gorduras boas, com várias propriedades benéficas para o organismo e a manutenção da saúde da mulher como um todo, tais como:

- Ação anti-inflamatória;
- Reduzir os triglicerídeos;
- Regula a pressão arterial;
- Melhora a função cerebral;
- Ajuda a aumentar a expectativa de vida;
- Previne doenças neurodegenerativas, tais como Alzheimer e Parkinson;
- Previne o câncer de mama;
- Melhora a visão, prevenindo a degeneração da mácula, principal causa da perda da visão em pessoas acima dos 50 anos;
- Incentiva a produção de serotonina, o “hormônio da felicidade”;
- Combate a depressão;
- Previne e combate os sintomas da artrite reumatoide;
- Melhora o foco;
- Aumenta a capacidade de concentração;
- Melhora a memória;
- Aumenta a capacidade de aprendizagem;
- Reduz o acúmulo de coágulos nas veias e, consequentemente, as chances de infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Ferro

- Melhora o fornecimento de oxigênio para as células do corpo;
- Combate a anemia;
- Otimiza a produção de colágeno e elastina;
- Melhora a saúde do coração;
- Aumenta a imunidade;
- Aumenta a energia;
- Previne doenças cognitivas;
- Melhora o funcionamento da mente;
- Melhora a qualidade do sono.

Cálcio

- Melhora a saúde dos ossos;
- Melhora a saúde dos dentes;
- Preserva o sistema nervoso;
- Auxilia na contração muscular;
- Melhora a coagulação sanguínea;
- Melhora a digestão;
- Melhora o metabolismo de proteínas.

Vitamina B12

- Melhora a circulação do sangue;
- Melhora o funcionamento do cérebro;
- Previne a anemia;
- Aumenta a resistência;
- Previne o câncer;
- Diminui o nível de colesterol e triglicérides;
- Otimiza a formação e regeneração das células;
- Fortalece as unhas, a pele e o cabelo.

Potássio

- Diminui os sintomas da menopausa;
- Previne doenças cardiovasculares;
- Regula o metabolismo;
- Melhora a saúde do cérebro;
- Melhora os sintomas das dores de cabeça e enxaqueca;
- Diminui a ansiedade.

Colágeno

- Fortalece as articulações;
- Reduz as dores nas articulações, especialmente as dos membros inferiores como os joelhos;
- Melhora firmeza da pele;
-
Previne o aparecimento da celulite;
- Previne o aparecimento de estrias;
- Fortalece as unhas e o cabelo;
- Previne o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

Óleo de Prímula

- Regula os hormônios;
- Possui efeitos anti-inflamatórios;
- Previne o envelhecimento precoce da pele e dos tecidos;
- Regula o ciclo menstrual;
- Diminui os calores da menopausa;
- Reduz a intensidade das cólicas menstruais.

Cúrcuma (açafrão da terra)

- Combate inflamações;
- Reduz o risco de diabetes;
- Previne o Acidente Vascular Cerebral (AVC);
- Previne a fadiga crônica;
- Possui um alto poder antioxidante.

 

Magnésio

- Melhora a saúde do sistema ósseo;
- Melhora as contrações musculares;
- Aumenta a produção de energia do corpo;
- Otimiza a produção de novas células;
- Protege os neurotransmissores;
- Previne a osteoporose;
- Previne e reduz as crises de asma;
- Reduz a frequência das câimbras;
- Melhora os sintomas da enxaqueca e diminui as crises;
- Previne doenças cardíacas;
- Reduz a ansiedade.

 

Como Consumir os Suplementos para a Saúde da Mulher?

Muitas mulheres pensam que a suplementação para a saúde da mulher deve ser feita a qualquer hora do dia. No entanto, há alguns nutrientes que não podem ser tomados juntos, pois atrapalham a absorção. Outros, por sua vez, funcionam melhor se tomados em conjunto com outros.

- Fibras: Suplementos ricos em fibras devem ser ingeridos antes das refeições, junto com uma boa quantidade de água. Dessa forma, haverá um aumento da sensação de saciedade.
- Ferro e Vitamina C: Como eles potencializam os efeitos um do outro, é interessante que sua suplementação seja feita em conjunto;
- Ferro e cálcio: O ferro tem pH alcalino, já o cálcio, ácido), por isso, não devem ser tomados em conjunto.
- Cálcio: O cálcio deve ser ingerido longe de qualquer refeição e, por isso, tome o suplemento de cálcio antes de ir para a cama. Além disso, o momento de melhor absorção é à noite, com um ambiente ácido no estômago propício para a sua assimilação.
- Cálcio e magnésio: O magnésio otimiza o efeito do cálcio, então podem ser tomados de uma vez só;
- Ômega 3: O ômega 3 compete com outros suplementos, o que atrapalha a sua absorção. Portanto, é melhor que sua suplementação seja feita isolada das outras;
- Multivitamínicos: Devem ser ingeridos longe do café-da-manhã, que costuma ser a refeição com maior presença das fibras. Escolha uma das refeições de seu dia que não tenha tantas fibras no cardápio;
- Vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K): São melhor absorvidas junto com a gordura. Por isso, escolha a refeição mais substancial do dia, normalmente o almoço, para ingeri- las;
- Vitamina C e as do Complexo B: Devem ser ingeridas apenas com água, pois são solúveis apenas com ela;
- Nutricosméticos (suplementos com função estética): devem ser tomados antes das refeições, para o melhor aproveitamento de seus benefícios.

Divida a sua rotina de suplementação para a Saúde da mulher em pequenas doses diárias, dando um intervalo de 3 horas entre cada uma delas.


Crianças com idade superior a três anos de idade, além de gestantes e lactantes devem consumir os suplementos para a saúde da mulher apenas sob orientação de um médico ou de um nutricionista.

Siga as instruções do produto, especialmente a recomendação de ingestão diária. Tome cuidado com o excesso de suplementos, pois podem causar problemas de saúde como a hipervitaminose. Analise a composição de seus suplementos e, caso eles tenham nutrientes similares, escolha apenas um deles.

Pessoas alérgicas a qualquer componente do suplemento devem evitar o seu consumo.

Mantenha o produto fora do alcance da luz do sol e da poeira. Qualquer medicamento ou suplemento deve ser mantido longe do alcance de crianças.