Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 49 Produtos em 3 páginas
Mostrando 49 Produtos em 3 páginas

Termogênico Natural

Atualmente, as pessoas buscam cada vez mais cuidar da saúde e, assim obter um corpo em forma. Ter cuidado com a alimentação e fazer exercícios são medidas que já comprovaram sua eficácia. No entanto, há certos facilitadores desse processo de obtenção de um corpo saudável, sendo um deles o termogênico natural.

 

O que é e para que Serve o Termogênico Natural?

Mas o que é esse tipo de termogênico? Em primeiro lugar, é necessário compreender o que é o metabolismo e, então o que são alimentos termogênicos.

O metabolismo é o conjunto de reações químicas que ocorrem em nosso organismo para que nossas funções vitais ocorram sempre em sintonia, permitindo, assim, que nosso corpo funcione.

Para que o metabolismo aconteça, ele precisa receber energia. Dessa forma, quanto mais energia um organismo precisa gastar para manter suas funções vitais, mais rápido será o seu metabolismo. Para auxiliar o funcionamento do nosso metabolismo, existem os alimentos termogênicos. Esses alimentos são aqueles que apresentam em sua composição algumas substâncias que são capazes de aumentar a temperatura do organismo e, consequentemente, acelerar o metabolismo e aumentar o gasto calórico.

Dessa forma, o termogênico natural é muito utilizado pelos praticantes de esportes, por exemplo, já que ele melhora o desempenho e possibilita uma maior disposição. Além disso, outro efeito associado ao consumo pode ser a diminuição de apetite, outra grande vantagem para quem busca medidas saudáveis.

 

Como e Por Que funciona o Termogênico Natural?

Uma dúvida muito comum é: como funciona esse processo? Na verdade, é bem simples e de fácil entendimento.

Antes de entender como funciona esse tipo de termogênico, é extremamente necessário compreender o que é, de fato, a termogênese – processo corporal espontâneo. Imagine um carro. O que ele precisa para que seu motor funcione? Ele precisa da queima de combustível. No caso de seres humanos, o combustível é o alimento, o qual, ao longo do processo celular, é transformado em energia que gera calor.

Assim, o nosso organismo armazena essa energia gerada para desempenhar suas funções vitais. Essa conversão é o que se denomina termogênese. Em outras palavras, o corpo humano realmente aquece mais rapidamente ao longo desse processo, afinal, a termogênese é uma geração de calor.

Lembre-se do exemplo do carro. Quando o veículo está desligado, o motor desaquece. Porém, quando ligado, rapidamente o motor volta a aquecer, pois há uma queima do combustível necessário para mantê-lo funcionando. É exatamente o mesmo que ocorre em nosso corpo no processo termogênico.

Dessa forma, a pessoa que consome um termogênico natural precisa que seu corpo trabalhe mais rápido para manter a temperatura corporal ideal. Por esse motivo, ocorre a ação termogênica.

É claro que, como já mencionado, todos os alimentos que consumimos exigem que o corpo trabalhe para digeri-los, mas as substâncias termogênicas necessitam de um trabalho mais árduo e, assim, auxiliam o processo de busca por um corpo saudável, pois quanto maior o estímulo corporal, maior será o gasto calórico.

Evidentemente, fatores externos também desempenham um papel em todo esse processo de indução termogênica. Por exemplo, a aceleração do metabolismo também depende da prática de exercícios físicos, da temperatura do ambiente, do uso de suplementos e de alimentos que levam o corpo a adentrar esse processo. Os tipos de termogênese são:

- Termogênese associada ao exercício físico: ocorre quando se realiza uma atividade física, pois os músculos precisam gerar calor para funcionarem de forma mais eficiente.
- Termogênese não associada ao exercício físico: conhecida como termogênese termorregulatória, esse tipo é responsável por estabilizar a temperatura corporal. Assim, ela ocorre sempre que realizamos nossos afazeres diários, como levantar da cama, escovar os dentes, escrever no caderno, dobrar as roupas etc.
- Termogênese induzida pela alimentação: esse tipo também é conhecido como termogênese alimentar e ocorre sempre que consumimos alimentos, pois o corpo precisa de energia para realizar a digestão.


 

Termogênese Alimentar e Termogênico Natural

Para esclarecer esse último tipo de termogênese, pensemos em alguém que consome fibras diariamente. Essa pessoa provavelmente terá um auxílio maior do alimento no seu processo de termogênese, visto que, por ser um alimento de digestão mais vagarosa, o organismo necessita de mais esforço para digerir as fibras ingeridas o que, consequentemente, promove um gasto calórico maior.

Evidentemente, nem todos os alimentos que consumimos necessitam da mesma quantidade de energia para que ocorra sua digestão. Quando ingerimos um alimento, nosso estômago seleciona suas partes e as distribui para que ele possa ser absorvido pelo nosso organismo adequadamente.

Nesse processo de digestão já ocorre um grande consumo de energia e esse gasto energético dependerá do tipo de alimento que foi consumido. Para se ter uma noção, cerca de 10% de nosso gasto calórico diário ocorre por conta da digestão dos alimentos ingeridos.

 

Alimentos Considerados Termogênico Natural

Ainda que a termogênese seja um processo natural do próprio organismo, como já explicado, existem alguns alimentos que são capazes de estimular esse processo por possuírem princípios ativos termogênicos. Tais alimentos são considerados um termogênico natural. Os principais deles são:

- Pimenta vermelha: esse alimento contém uma substância denominada capsaicina, que ajuda a desencadear a termogênese corporal e, assim, a acelerar o metabolismo em até quase 20% mais. É claro que não são todas as pessoas que gostam de comer a pimenta em pedaços, por isso, é possível utilizá-la como tempero em diversos pratos.
-
Vinagre de maçã: possui um efeito muito parecido com o da pimenta. A sugestão é que se consuma meia colher duas vezes ao dia.
- Café: o queridinho do Brasil. Por ter cafeína, o consumo dessa bebida auxilia a aceleração metabólica. Mas muito cuidado! É preciso consumi-lo com moderação para que não ocorram certas situações desagradáveis, como dores de estômago, por exemplo.
- Gengibre: esse alimento é, de fato, tudo de bom. Sabe por quê? Porque além de auxiliar a ação termogênica do organismo, ele também é um excelente antioxidante que ajuda a diminuir aquele inchaço indesejado. O melhor é que, além de usado em pratos para dar um sabor incrível, ele pode ser consumido em chá, acrescentado em sucos e até mesmo em saladas.
- Canela: outro alimento com ação antioxidante, a canela também possui ação anti- inflamatória. Para ser ainda melhor, auxiliar a aceleração metabólica, podendo ser ingerida com chás e frutas.
- Cacau: por possuir teobromina, uma substância que auxilia a termogênese, é bastante utilizado. Lembre-se: cacau e chocolate são alimentos diferentes!
- Chá verde: por possuir cafeína, é muito recomendado para auxiliar a aceleração do metabolismo. Lembre-se: assim como no caso do café, ele também deve ser consumido moderadamente e de preferência pela manhã ou à tarde.
- Coco: rico em ácido láurico e gorduras saturadas, essa fruta tem sido uma das escolhas preferidas de quem busca um termogênico potente. O melhor é que há várias formas de consumi-lo: in natura, suco e óleo para temperar saladas e pratos quentes.
- Laranja amarga: apesar de não ser muito conhecida, esse tipo de laranja possui sinefrina, uma substância com efeito termogênico.
- Chá de hibisco: se você busca um corpo saudável, o chá de hibisco é uma excelente opção, pois, além de seu efeito termogênico, ele não possui calorias consideráveis, faz super bem à saúde e pode ser consumido sem moderação!
- Hortelã: a hortelã é muito saborosa e fica uma delícia quando acompanha diversos sabores de sucos.
- Peixes: sim, o ômega 3 presente nos peixes é um ótimo auxilia para a aceleração metabólica. Lembre-se: evite fritura, prefira fazer seu prato sempre ao forno.
- Água gelada: acredita que a água pode ser uma das suas melhores aliadas quando o assunto é aumento do gasto calórico? Já foi comprovado que quando ingerimos água em temperatura mais baixa, o corpo tende a se reaquecer e, assim, acelera o metabolismo para estabilizar sua temperatura.

 

Principais Benefícios do Termogênico Natural

Já é perceptível que o termogênico natural é uma excelente opção quando aliado a uma rotina de exercícios e alimentação saudável, podendo proporcionar, ainda inúmeros outros benefícios. Os principais deles são:

- Aceleração do metabolismo: por induzir um maior gasto de calorias, esse tipo de termogênico auxilia o funcionamento do nosso organismo, acelerando-o. Assim, ao levar uma vida mais balanceada, com alimentação saudável e prática de exercícios físicos, obter um corpo em forma se torna mais fácil.
- Redução de apetite: alguns desses termogênicos, como o café, por exemplo, podem auxiliar a inibição de apetite. Dessa forma, a pessoa ingere menos calorias ao longo do dia, o que contribui ainda mais para a aceleração metabólica.
- Aumento do foco e da cognição: algumas substâncias naturais são grandes auxiliadoras no que diz respeito ao foco e à cognição no desempenho de atividades diárias. O chá verde é um ótimo exemplo, pois, por conter cafeína, a concentração aumenta e é mais fácil realizar tarefas como estudar e trabalhar.
- Melhora da performance durante as atividades físicas: para quem busca obter um corpo em forma, esse benefício seja talvez o mais desejado, pois está altamente relacionado ao gasto calórico. Os termogênicos desse tipo entregam maior disposição e, assim, o cansaço consequente do esforço físico é reduzido. Se você pretende turbinar o seu treino, o uso de alimentos termogênicos é essencial para melhorar seus resultados.
- Melhora da circulação sanguínea: sim, o gengibre e a canela, por exemplo, são excelentes opções para melhorar a circulação e dilatar as veias, reduzindo, assim, aquele incômodo inchaço corporal. Apenas é necessário tomar cuidado para não consumir esses alimentos em excesso. Lembre-se: tudo que não é regrado pode fazer mal.
- Auxílio na busca por um corpo em forma: para ter um estilo saudável, associar os termogênicos com exercícios físicos e uma alimentação regrada é a equação para um estilo de vida ideal. O resultado só pode ser cada vez mais saúde!

 

Há Contraindicações do Termogênico Natural?

Afinal, com todos esses benefícios, há alguma contraindicação para o consumo desse tipo de termogênico? Normalmente, não há contraindicações para o uso moderado de termogênico natural. No entanto, se a pessoa apresenta alguma reação alérgica a algum tipo de alimento com essa função, por exemplo, é lógico que ela não pode consumi-lo.

Por exemplo, algumas pessoas apresentam reações adversas à pimenta vermelha e, por isso, devem evitar seu consumo para que não ocorram efeitos indesejados e desagradáveis. Nesses casos, é muito importante consultar um especialista para que esse profissional possa auxiliar na escolha das opções de um cardápio saudável, adequado e equilibrado.

Há algumas outras situações em que é melhor evitar o uso contínuo desses alimentos, por exemplo:

- Pressão alta: quem sofre de hipertensão não pode consumir alimentos termogênicos que aumentem a pressão sanguínea.
- Doenças cardíacas: pessoas que têm histórico de doença cardiovascular devem evitar os alimentos termogênicos, pois eles influenciam a frequência cardíaca.
- Ansiedade e insônia: quem sofre com essas condições deve ter cuidado, pois os alimentos termogênicos podem influenciar o estado de alerta do organismo. Assim, a pessoa que já agitada e inquieta, pode ficar ainda mais, o que interfere na qualidade de uma boa noite sono, por exemplo.
- Hipertireoidismo: quem possui essa condição deve ter atenção dobrada em relação ao uso de alimentos termogênicos, pois eles podem agravar os sintomas ou até mesmo interferir no tratamento e controle dessa doença. Lembre-se sempre de consultar um especialista!
- Enxaquecas: algumas pessoas têm dores de cabeça extremamente fortes. Se for o caso, para não atrapalhar a sua rotina e, consequentemente, sua qualidade de vida, evite o consumo de alimentos termogênicos, pois eles podem agravar essa terrível condição.

Ao observar as contraindicações e ter cuidado com o uso excessivo do termogênico natural, é possível incluí-lo em sua dieta diária para usufruir dos benefícios que esse tipo de alimento pode lhe oferecer!

Lembre-se de que o início do efeito de cada termogênico dependerá de cada substância, bem como das atividades diárias desempenhadas. Os alimentos, assim como tudo na vida, também devem ser consumidos com responsabilidade. Na dúvida, sempre consulte um especialista!

Viu só como é possível obter um corpo em forma, acelerar o metabolismo e aliar uma dieta saudável à realização de atividades físicas diárias? Comece hoje mesmo a incluir em sua alimentação o termogênico natural e acompanhe os efeitos benéficos para seu corpo e o aumento de sua qualidade de vida! Use a simplicidade e a praticidade da natureza a seu favor!


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog