Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 2 Produtos em 1 páginas
Mostrando 2 Produtos em 1 páginas

Valeriana

Você conhece a Valeriana? Ela é uma das plantas mais usadas, há mais de 200 anos, no combate de ansiedade e insônia.

A Valeriana tem inúmeros benefícios e é uma planta importante principalmente se você está passando ou costuma passar por dificuldades para pegar no sono.

Neste artigo, você verá como ela pode melhorar sua qualidade de vida e como você pode tomá-la.

 

Valeriana: O que é?

A Valeriana, é chamada cientificamente de Valeriana officinalis L. e faz parte da família Valerianaceae.

As espécies da família das valerianáceas têm distribuição global, então podem ser encontradas em todos os continentes, inclusive na América do Sul.

O número de espécies chega a mais de 200, o que inclui plantas de variados habitats. Por suas belas flores, muitas podem ser encontradas em jardins.

A Valeriana também é chamada vulgarmente de erva-dos-gatos, valeriana-menor, valeriana selvagem ou silvestre, é originária da Europa e da Ásia Setentrional.

Apesar de ser muito reconhecida, poucas pessoas sabem que as partes de maior interesse são os órgãos subterrâneos, os chamados rizomas, estolões e raízes.


Propriedades medicinais

As propriedades medicinais da Valeriana foram descritas pela primeira vez no ano 360 a.C., no entanto, o nome de popular atual Valeriana só foi dado por volta do século IX.

Na segunda Guerra Mundial, foi uma planta amplamente usada para alívio de estresse e ansiedade.


Erva de gato

Essa planta não apresenta um odor desagradável ao olfato humano, e como os gatos apresentam um olfato mais aguçado, pode causar efeitos de euforias nesses animais. Por isso, seu nome erva-dos-gatos, como também é conhecido.

 

Valeriana: Para que serve?

A ansiedade é um problema frequente, que se manifesta em todas as idades e pode resultar em alterações extremas na vida de quem não consegue gerenciar bem.

A insônia pode trazer diversos problemas para o corpo das pessoas e tem se mostrado um mal bastante comum no nosso cotidiano. Sem falar que a insônia, junto com a ansiedade, está ligada também com a correria do dia a dia.

Cada vez mais pessoas apresentam problemas para dormir e isso afeta drasticamente o desenvolvimento e a produtividade do corpo humano.

Junto com a insônia e a ansiedade pode aparecer diversos problemas neurológicos, como:

- Baixa concentração;
- Falta de memória;
- Estresse;
- Fadiga dor de cabeça;
- Depressão;

Todos esses males podem fazer com que a pessoa tenha uma baixa produtividade no trabalho ou em casa, o que torna a rotina difícil.

A maioria das pessoas associam o uso da valeriana apenas nos casos de insônia e ansiedade, mas essa planta promove muitos benefícios, sem contar os que ainda não foram descobertos.

A planta tem chamado a atenção de estudiosos cada vez mais por seus nutrientes e propriedades importantes. É relevante ressaltar que a planta combate diversos problemas de saúde relacionados ao sistema nervoso.

Porém existe a utilização benéfica para outros males, como os ligados aos problemas digestivos, controle de vícios, como também a melhora de sintomas ligados à TPM. Confira a seguir algumas de suas utilizações.


Controle da ansiedade e insônia

A Valeriana é indicada como uma das plantas mais eficazes para ansiedade, pois age rapidamente e previne outros problemas advindos da ansiedade mais pesada, como as que causam diarreias.

Ela é eficaz em casos leves a moderados de ansiedade. Não se recomenda tomar antes de situações que se precisa estar atento, pois pode reduzir a produtividade e deixar uma leve sensação de sonolência.


Valeriana e o neurotransmissor GABA

A Valeriana atua diretamente sobre um neurotransmissor chamado de GABA, conhecido popularmente como neurotransmissor da calma e do relaxamento.

O GABA, ou ácido-aminobutírico é um dos mais importantes neurotransmissores que faz com que a atividade cerebral desacelere. Dessa forma ele promove a sensação de calma, de sono e minimiza o estresse.


Insônia

Nos casos de insônia, a valeriana age rapidamente (cerca de meia hora) ao reduzir a atividade cerebral e provocar o efeito de sonolência e sono contínuo.

Uma das grandes diferenças no uso da Valeriana é que ela raramente promove um sono com pausas. Ao contrário de medicamentos à base do hormônio melatonina que podem provocar pesadelos e sonhos quebrados. A valeriana e o controle de vícios Valeriana está no top 10 das plantas mais eficazes no controle de vícios. O principal dele é o de fumar.


Tabagismo

Ela é ótima até para aliviar aqueles sintomas como estresse e ansiedade que aparecem no momento de abstinência.

Ela é uma das plantas mais recomendadas, tanto no momento em que se está diminuindo o uso, quanto após, para lidar com a abstinência.


Vício em Café

Assim como no vício do cigarro, os derivados da valeriana podem ajudar a diminuir a dependência e vontade de tomar café, pois é uma ótima substituta pelo seu gosto forte.

Além disso, mesmo sendo indicada para casos de insônia, a valeriana tem o potencial de ajudar a melhorar o foco, motivo pelo qual muitas pessoas recorrem ao café.


Melhoria dos sintomas de distúrbios digestivos

A valeriana é amplamente usada principalmente na síndrome do intestino irritável, aquela que é causada por contrações dos músculos intestinais.

Os sintomas variam de pessoa a pessoa, mas a maioria delas apresenta diarreias, cólicas e flatulências.

A valeriana ajuda no relaxamento dos músculos, em consequência evita que se contraiam e causem dor. Também é indicada para a chamada doença de Crohn (ou doença inflamatória intestinal).


Uso para cólicas menstruais e TPM

A valeriana é eficiente no combate aos sintomas da Tensão Pré-Menstrual (TPM), tais como:

- Dores nas costas;
- Alterações no apetite e no humor;
- Cólicas e constipação.

Além de aliviar o desconforto e estresse tão característico nessa fase que precede a menstruação.

Também pode ser usada durante a menstruação, para aliviar as cólicas. Tanto na forma de chá, da cápsula quanto através de compressas a partir do chá feito com pouca concentração. A valeriana também pode aliviar dores de cabeça na forma de compressa.


Alívio de tensão muscular

Quem constantemente faz muito esforço nos ombros ou fica muito tempo numa posição só pode utilizar a Valeriana para resolver esse problema do desconforto causado pela tensão muscular.

Isso porque ela proporciona, além de efeitos calmantes, o relaxamento da musculatura e efeito de sedativo.


Uso em cosméticos e produtos de higiene

A planta (principalmente suas flores) possui um cheiro muito característico, o que já a fez ser usada em larga na produção de perfumes, hidratantes e loções corporais.

Hoje a produção de produtos cosméticos e de higiene a base unicamente de valeriana é menor do que já foi anos atrás, mas ainda hoje é muito usada em combinação com outros compostos e ativos naturais.

 

Valeriana: Como tomar?

A forma de ingerir essa planta medicinal e obter seus benefícios podem variar nas seguintes formas:

- Chá feito com suas raízes;
- Óleo essencial;
- Cápsulas.

Vale lembrar que antes de consumir essa planta, deverá ser feita uma consulta com o profissional de saúde para verificar quaisquer danos ou hipersensibilidade.

Por mais que a planta seja natural e ajuda em diversos males, não deve se esquecer que a ingestão pode causar efeitos colaterais.


Chá de raiz da Valeriana

No caso de ter acesso à planta in natura, pode-se preparar o chá a partir da raiz da planta, que é a parte que tem maior potencial e componentes benéficos.

Recomenda-se utilizar cerca de 10 g de raiz valeriana para meio litro (500 mL) de água e nunca tomar quando o chá ainda está quente.

O chá é mais indicado para casos de insônia e ansiedade leves ou moderados. Também pode ser feito em menor concentração e maior quantidade para ser usado em compressas para alívio de cólicas e tensão muscular.


Óleo essencial e extrato de Valeriana

No óleo essencial, já foram identificadas mais de 150 substâncias diferentes, entre esses flavonoides, o ácido GABA (mencionado no tópico anterior), ácido valérico, alcalóides e outras.

Esse óleo pode ser usado na aromaterapia, o que promove a ação de relaxamento e concentração. Pode ser usada de maneira tópica, mas diluído em baixíssima concentração em algum líquido compatível. Nunca se deve colocar na região próxima aos olhos.

O óleo essencial de valeriana possui um cheiro muito pronunciado e exótico, e possui substâncias que podem reduzir os níveis de hormônios que provocam raiva e estresse (como o acetato de bornila).


Valeriana em cápsulas

O suplemento é preparado a partir da maceração, trituração e desidratação das raízes da planta. Depois disso, a valeriana passa a poder ser usada como compostos nesse e em outros produtos.

Mas também pode ser encontrada, de forma pura, em cápsulas de valeriana. Nesse caso, nenhuma outra substância é encontrada em quantidade relevante.


Dose diária

A Valeriana em cápsula deve ser tomada de 1 a 3 vezes por dia, de acordo com as necessidades, contando que cada vez seja ingerida apenas uma cápsula. Os comprimidos nunca devem ser tomados partidos ao meio ou abertos.

No caso de uso para insônia, tomar meia hora antes de dormir. É possível usá-la para prevenir e suavizar a ansiedade antes de eventos que já se sabe que causam a ansiedade.


Prevenção da ansiedade

Para isso, deve-se planejar o uso prévio dessa planta em algum momento antes do evento importante a fim de fazer com que o efeito não esteja tão intenso.

Dessa forma, evita-se que a redução da produtividade e outras consequências indesejáveis que serão detalhadas na parte de efeitos colaterais.


Contraindicação

A Valeriana não é recomendada para crianças menos de 12 anos, mas um profissional de saúde habilitado pode avaliar a necessidade e as exceções.

Lembre-se sempre de armazenar, seja a cápsula ou o óleo essencial da valeriana, em local seco e arejado e longe do alcance de crianças.

 

Valeriana: Bula e composição

O óleo de valeriana tem mais de 150 constituintes, todos princípios ativos com benefícios comprovados.

A Valeriana também é vendida em cápsulas gelatinosas, que possuem silicato de magnésio, estearato de magnésio, antiumectante (dióxido de silício).

Essas cápsulas apresentam todo o conteúdo natural da planta e seus princípios ativos.

 

Valeriana: Efeitos colaterais

O uso da valeriana causa efeitos leves e que não são registrados na maioria das pessoas que usam, como dores de cabeça, náuseas e cólicas.

Outros efeitos como sonolência e baixa produtividade também podem ser associados ao uso desse composto. Em alguns casos são registrados também episódios de taquicardia, coceira ou até inchaço/vermelhidão na pele.

Se a pessoa tomar valeriana junto com outros remédios para insônia ou calmantes no geral, pode prolongar os efeitos dos remédios, e assim reduzir bastante a produtividade ou impossibilitar a pessoa a ficar em estado de alerta.


Pessoas que não devem tomar

O composto não deve ser usado por grávidas ou mulher que estão amamentando, e caso se use, deve ser autorizado por um profissional da área, pois há alguns riscos.

Crianças menores de doze anos também devem evitar o uso, principalmente se a motivação for ansiedade, para evitar dependência desses compostos para conseguir dormir.

 

Valeriana: Benefícios e vantagens

A valeriana e seus derivados, sem dúvidas te fará dormir melhor e com mais qualidade, além de aliviar ansiedade e estresse.

Além disso, ela consegue aliviar dores de cólica, dores de estômago e atuar contra vícios em cigarro e/ou bebidas. Ela ainda é uma alternativa eficiente caso você queira evitar remédios mais pesados e optar por algo mais natural.

 

Valeriana: Onde comprar

O extrato de Valeriana pode ser encontrado em muitas farmácias, mas a valeriana em cápsula é mais escassa. Na Nature Center você consegue encontrar o produto de forma acessível e de maneira segura.

Sempre lembre de consultar um profissional habilitado antes de ingerir qualquer suplemento, principalmente no caso de pensar em conciliar o uso da valeriana com algum medicamento.


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog