Televendas: (31) 3063-8989
Central de Atendimento
(31) 3063-8989 (31) 98462-5344 @ sac@naturecenter.com.br Segunda à Sexta-feira de 8h às 19h.
Sábado de 9h às 13h.
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
Óleo de Oliva Unilife é um suplemento natural derivado da extração do óleo da azeitona em alto teor e pureza, por ser rico em Ômega 9, auxilia no controle do colesterol e pressão arterial, alem de ser um anti-inflamatório natural.
Unilife
Product ID: 3553
Product SKU: 3553
New In stock />
Óleo de Oliva - 60 Cápsulas - Unilife
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas

Azeite

Hoje em dia, as pessoas não estão apenas em busca de manter um corpo em forma e uma rotina de exercícios físicos para melhorar a saúde. Muito além disso, busca-se uma alimentação repleta de todos os nutrientes necessários para suprir as vitaminas e minerais necessários e para que o nosso corpo permaneça e fique cada vez mais saudável.

Para tanto, a natureza nos oferece inúmeras opções para auxiliar uma dieta que nutre e ao mesmo tempo é capaz de fornecer poderosas ferramentas para o combate de algumas doenças. Um exemplo muito conhecido por essas propriedades é o azeite.

Rodeado de mitos e verdades, muitas pessoas se questionam: mas o que é esse produto? Quais são seus benefícios? Qual é o melhor tipo? Há contraindicações para seu uso? Acompanhe, no texto a seguir, todas as respostas para essas perguntas e obtenha mais informações sobre o assunto!

 

O que é Azeite e quais são seus tipos?

O azeite é um tipo de óleo obtido por meio da extração do fruto da oliveira - a azeitona. Os mediterrâneos o denominam “ouro líquido” devido à sua capacidade de combater inúmeras doenças, tais como o diabetes, o câncer e as doenças do coração, além de aprimorar o funcionamento neurológico, dar fortalecimento à estrutura óssea e ajudar na perda de calorias.

Primeiramente, é necessário compreender qual fator diferencia o sabor entre os diferentes tipos desse óleo. A forma como o sentimos no paladar está relacionada com o tipo de oliva e sua maturidade utilizada na produção.

É interessante que, em meio a tantas dúvidas, fique claro que esse tipo de alimento apenas se constitui integralmente quando extraído exclusivamente da azeitona, sem que haja a mistura com outros tipos de óleos.

Dessa forma, é extremamente importante que se entenda que a acidez desse óleo irá depender dos ácidos graxos livres presentes em sua composição. Diferentemente do que as pessoas pensam, a acidez nada tem a ver com o pH, ou seja, não é possível que senti-la no paladar como acontece com os vinagres, por exemplo.

Além disso, muitas pessoas não sabem que a acidez não é o único fator que influencia na qualidade desse óleo. Para se ter uma ideia, saber se o óleo é bom ou não para consumo dependerá também de outros fatores, tais como:

- Tipo de oliva usada na produção.
- Se o produto é monovarietal ou multivarietal, ou seja, se foi utilizada em sua produção apenas um só tipo de oliva ou diversos tipos de oliva.
- O tempo passado entre a colheita do fruto e a produção do produto.
- Se a extração foi feita por prensagem a frio.
- O tempo e o modo de armazenamento.

Atualmente, esse óleo está disponível no mercado em três tipos, sendo eles:

- Extravirgem: considerado a melhor opção, esse tipo do óleo não apresenta mais do que 1% de acidez. É o mais benéfico ao organismo por apresentar componentes fotoquímicos com ação antioxidante.
- Virgem: diferentemente do tipo anterior, pode apresentar aroma e sabor um pouco mais “salientes”. Sua acidez não passa de 2%.
- Composto: geralmente, não se considera esse tipo como azeite “de verdade”, pois é uma mistura com outros tipos de óleo, o de soja, por exemplo, o que impacta, e muito, em sua qualidade e benefícios para o organismo.

 

Benefícios do Azeite

Muitos estudos comprovaram que o consumo de azeite traz inúmeros benefícios para a saúde. Mais quais são eles? O que causa em nosso organismo? Confira, a seguir, os principais deles:

- Ajuda a regular o colesterol: por conter substâncias antioxidantes, conhecidas como tocoferóis, esse óleo é um poderoso aliado para inibir a síntese do LDL, amplamente denominado de “colesterol ruim”. Assim, é capaz de reduzir os efeitos que causam as tão temidas doenças cardiovasculares, além de conter ômega 9, essencial para aumentar os níveis do “colesterol bom”, o HDL.
- Auxilia a perda de peso: pode parecer incomum que um óleo possa ajudar as pessoas a perder peso. No entanto, pesquisas internacionais atestaram que isso é verdade. Como? Bem, essa capacidade está totalmente relacionada com o fato de que esse tipo de óleo regula a sensação de saciedade devido à redução da absorção de glicose ocasionada pela ingestão desse “ouro líquido”.
- Protege o cérebro e o coração: devido aos antioxidantes, esse óleo é capaz de diminuir o número de placas de gordura que se acumulam nas paredes arteriais, impedindo, assim, que ocorra a aterosclerose. Além disso, esses antioxidantes previnem danos cerebrais e auxiliam a melhora das funções cognitivas.
- Previne o diabetes e reduz a dor: novamente, por suas substâncias antioxidantes e poder anti-inflamatório, esse óleo é capaz de reduzir a incidência de diabetes tipo II, além de possibilitar a diminuição de dores nas articulações, nos músculos e nas costas.
- Faz bem para a estrutura óssea: por ter em sua composição a vitamina K, é um potente aliado no fortalecimento dos ossos, prevenindo, assim, doenças nada agradáveis, como a osteoporose.
- Ajuda a prevenir o câncer: devido a seus polifenóis, é comprovadamente eficaz na proteção contra determinados tumores malignos, como o câncer de mama. Além disso, também apresenta ação satisfatória na prevenção do câncer de intestino, visto que ameniza proliferação das células causadoras de tumores.

Você provavelmente está se perguntando: mas como posso consumi-lo? Devo ingeri-lo sozinho ou com outros alimentos? Qual é a melhor hora do dia para tomá-lo? Pois bem, acompanhe, a seguir, todas as respostas para essas perguntas!


 

Mitos e verdades sobre o Azeite

Muito se questiona acerca desse poderoso óleo. No entanto, é extremamente necessário compreender que nem tudo o que se ouve por aí sobre ele é necessariamente verdadeiro, sendo os principais mitos e verdade que o acompanham:

- Avaliar o rótulo antes de escolher o melhor tipo é essencial: verdade!
- O sabor evidencia se é extravirgem ou não: mito!
- Quanto mais baixa a acidez, mais gostoso é o produto: mito!
- Quanto mais escura a sua cor, melhor sua qualidade: mito!
- É possível aquecê-lo sem que ele perca suas propriedades: verdade!

Viu só como é possível incluir um produto completamente natural à sua dieta e aliá-lo a uma rotina saudável de exercícios para que, assim, se obtenha mais qualidade devida? Comece hoje mesmo a incluir esse poderoso óleo em seus pratos e confira todos os benefícios que o azeite pode trazer para o seu organismo!


 

Visitados

O que falam sobre nós

Acesse
o blog