Memória e Concentração

Memória e Concentração

O cérebro humano é um dos órgãos mais complexos que existe. Ele é composto de milhões de neurônios capazes de executar todas as funções que necessitamos. Realizar da mais simples tarefa às mais complexas como criar, inventar, processar informações e outras.

Para todas essas atividades é preciso uma boa memória e concentração. Infelizmente um número considerável de pessoas com idade variada sofrem com algum tipo problema relacionado ao assunto.

Quando existe pouca concentração, a memória é inevitavelmente afetada. Falhas da mente podem acarretar muitos desafios, e a falta de concentração pode atrapalhar atividades importantes como o trabalho, por isso é necessário cuidar e proteger nossa mente.

Para isso é preciso saber, como funciona a memória e como identificar problemas relacionados? A falta ou a dificuldade de concentração pode afetar memorização? O que causa dificuldade de concentração? O que fazer para ativar a memória e fazê-la trabalhar de maneira eficiente, e como melhorar a os níveis de concentração? Quais os tratamentos ou remédios que podem ajudar?

As informações a seguir vão ajudar a tirar essas e outras dúvidas.

 

Entenda o Funcionamento e Diferença entre Memória e Concentração

Saber a diferença entre memória e concentração é um dos passos para compreender alguns distúrbios relacionados ao córtex cerebral.

Para entender melhor o assunto é preciso saber como funciona o sistema de formação das memórias no cérebro. As lembranças são processadas na mente de três maneiras diferentes:
- Através da codificação;
- Armazenamento e;
- Recuperação.

Durante a primeira fase; a codificação, o cérebro processa as informações que considera importantes, como datas, cifras, cores, objetos, odores e outros.

Durante esta etapa de codificação de informações o cérebro guarda tudo que considera interessante se lembrar em uma ocasião posterior. Esse processo acontece toda vez que é apresentada uma nova informação ao sistema.

Os sentidos da visão, da audição, olfato e tato enviam as novas informações para o cérebro. Por sua vez, o cérebro usa estímulos químicos que são codificadas e transmitidas em forma de mensagem para os neurônios.

Na segunda etapa, ou estágio do procedimento de gravação de memórias, o córtex realiza o armazenamento de todas as informações codificadas. Os neurônios captam os estímulos e armazenam as imagens, áudios, odores e outras informações consideradas relevantes para serem usados sempre que for necessário.

No terceiro estágio acontece o acesso ou recuperação de todos os dados já convertidas em memórias. Todas as informações que foram codificadas e armazenadas ficam a disposição para a recuperação.

Sempre que a situação exigir alguma relembrar ou se concentrar o cérebro ativa a busca dos “arquivos” onde as lembranças de como realizar tarefas estão armazenadas, recuperando-os.

Diferente do que alguns imaginam o cérebro não usa apenas um lugar para armazenar informações. As memórias referentes ao que vemos, ouvimos e falamos, são distribuídos e armazenados em diferentes partes por todo córtex cerebral.

Devido a essa dispersão de dados uma pessoa que sofreu uma lesão em um determinado local do cérebro e chega perder uma parte da memória e concentração ainda é capaz de recordar, realizar atividades e aprender coisas novas.

As memórias são arquivadas ou armazenadas pela extensão do córtex de duas formas: na memória curta, onde as lembranças são armazenadas no lóbulo pré-frontal, localizado na parte da frente do cérebro. E na memória longa, onde as lembranças são guardadas no hipocampo, que são áreas mais profundas do córtex cerebral.

A concentração é a capacidade de manter o foco na atividade que será desempenhada. Em outras palavras, é o ato de prender toda atenção para uma situação, ideia ou tarefa que está sendo realizada sem permitir que situações externas interfiram na realização da atividade.

Para realizar esse processo de concentrar o cérebro ativa simultaneamente duas regiões diferentes:

- O córtex parietal__ que é responsável pela coordenação das sensações e está localizado atrás dos ouvidos e;
- O córtex pré-frontal__ que ajuda a tomada de decisões e está localizado acima dos olhos.

 

Falta de Atenção afeta Memória e Concentração

Também no córtex central estão localizadas as memórias curtas, que são ativadas para a realização de tarefas. A dificuldade de absorção, falta de atenção e problemas em concentrar- se pode afetar significativamente o desempenho da memorização de novas informações.

Do mesmo modo, problemas com a memória pode afetar de forma significativa o ato de se concentrar já que para se concentrar o indivíduo usa toda sua habilidade para direcionar e focar os pensamentos para realizar tarefas difíceis exigindo do córtex cerebral frontal informações contidas na memória curta.


 

O que Causa falta de Memória e Concentração?

Algumas das maiores causas de problemas de concentração são:

Transtorno de déficit de atenção, ou TDA. Doença neurológica caracterizada por défice ou falta de atenção ao realizar tarefas.

Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, ou TDAH, doença afeta desde crianças a adultos e suas características são inquietude, impulsividade e falta de atenção.

Síndrome de Burnout, ou estresse excessivo. Essa síndrome se caracteriza pelo esgotamento mental e físico de um indivíduo devido a transtornos com a quantidade de atividades laborais ou carga extras de trabalho.

A síndrome de Burnout também apresenta outros sintomas como cansaço, irritação, esquecimento, dores de cabeça, dores musculares, falta de atenção para com as próprias necessidades básicas, falta de iniciativa e isolamento.

Depressão. Outra doença neurológica em que o indivíduo sofre de intensa e interminável tristeza afetando realização de todas as atividades_ socialização, autoestima, disposição, memória e concentração.

Além dos motivos clínicos citados, a concentração pode ser afetada pelo uso excessivo de smartphones, tablets e outros aparelhos.

Já os problemas que causam falta de memória são variados e muitas vezes ignorados até evoluírem para um quadro mais grave. O principal deles é a ansiedade, além disso a amnésia pode estar a associada com a:  Insônia;  Falta de atenção;

- Depressão;
- TDAH;
- Síndrome de Burnout;
- Hipotireoidismo;
- Uso de certos tipos de remédios controlados;
- Uso de drogas e excesso de bebidas alcoólicas;
- Falta de vitamina B12 e outras;
- Depressão;
- Demência;
- Alzheimer.

A maioria das causas de falhas de concentração e memória são preveníveis ou reversíveis, com hábitos de vida como meditação, técnicas de relaxamento e treino da memória, mas, em caso de dúvidas, é importante consultar-se com um neurologista ou geriatra para investigar as possíveis causas da perda de memória e iniciar o tratamento correto.

 

Como Ajudar a Memória e Concentração

A maior parte dos problemas de concentração e memória são reversíveis e podem ser prevenidos por adquirir alguns hábitos de vida como treino de mente, relaxamento, dormir bem, manter uma boa alimentação com os nutrientes e vitaminas necessários para o cérebro realizar suas funções. Além de uma rotina com atividades físicas e o trabalho na prevenção e controle do estresse.

Praticar alguns exercícios para memória também ajuda. Crianças que sofrem com algum problema de concentração como o Transtorno de défice de atenção, conseguem controlar a doença por meio da orientação de pais, profissionais (terapeuta ou psicólogo) e professores através de técnicas específicas.

 

Tratamento para Perda de Memória e Concentração

O tratamento para perda e dificuldade de concentração se dá com base na causa do problema. Remédios podem ser usados quando necessário e prescritos por um neurologista ou psiquiatra. É necessária uma avaliação médica para realizar tratamento medicinal para perda de memória e concentração em casos relacionados a depressão, hipotireoidismo, insônia e Alzheimer.

Quando a amnésia e a falta de concentração estão relacionados ao uso de drogas, excesso de bebidas alcoólicas é necessário descontinuar o uso das drogas, a moderação no consumo do álcool e a prática de atividades físicas regulares para ativar a memória e melhorar a concentração.

Outro tratamento que pode ser recomendo por um médico especialista são sessões de psicoterapia para casos como depressão, ansiedade, transtornos de défice de atenção e síndrome de Burnout. Em todas as citadas ocorrências é necessária uma avaliação médica para diagnosticar a causa exata e receber a indicação do correta do tratamento.

 

Remédios para Memória e Concentração

Alguns remédios usados para ativar memória e concentração aumentar o índice de concentração são:

1) Stavigile ou Modafinil;
2) Piracetam;
3) Metilfenidato ou Ritalina;
4) Adderall

Também é possível trabalhar na prevenção desses problemas com algumas medidas simples como exercícios específicos para memorização e concentração, alimentação rica em vitaminas e uso de suplementos.

Um exemplo de remédio natural para ajudar a ativar a memória e os níveis de concentração é o Ginkgo Biloba__ remédio ou suplemento natural com função de atuar estimulando o aumento da circulação sanguínea no cérebro.

Para informações sobre contra indicações e quem pode tomar cada remédio para memória, é necessária uma avaliação do estado clínico do indivíduo que está sofrendo de dificuldade de concentração e esquecimento.

 

Vitaminas para Ativar Memória e Concentração

O cérebro necessita de vitaminas para nutri seus milhões de neurônios e ajudá-los a trabalhar de maneira eficiente evitando lapsos e falta de atenção. Essa nutrição necessária ajuda na prevenção de doenças e envelhecimento precoce do cérebro, também contribuem para que as funções sejam processadas corretamente.

Algumas vitaminas e nutrientes que podem auxiliar o cérebro a desempenhar melhor as funções de memória e concentração são: • Vitamina B9 (ácido fólico); • Ômega 3 (ácido graxo); • Vitamina E (antioxidante); • Vitamina C (antioxidante);

• Zinco;
• Ferro;
• Selênio;
• Fibras;
• Magnésio;
• Fósforo.

As vitaminas podem ser encontradas em alimentos do dia a dia, e podem ser compradas e adicionadas à alimentação. A vitamina K fortalece a parte cognitiva, melhora a habilidade de raciocínio e aprendizagem. Também ajuda na manutenção das funções cerebrais, incluindo o bom funcionamento da mente pode ser encontrado em alimentos como o brócolis.

A cafeína e o antioxidante presentes no café também são nutrientes importantes que contribuem para bom funcionamento da memória e concentração. Estas substâncias injetam energia deixando o cérebro em alerta melhorando o processo de aprendizagem e captação de informações. Contribuindo para manter o foco e a atenção.

As fibras, o ferro, o magnésio e os flavonóides, são encontradas em alimentos como o cacau. Essa combinação presentes no cacau aumentam a circulação sanguínea do cérebro, melhora o cognitivo, o humor a retenção e recuperação da memória curta.

As frutas vermelhas e os berries, como mirtilos, cranberries, goji berries, frutas vermelhas e açaí são anti-inflamatórios e antioxidantes naturais que ajudam a retardar o processo do envelhecimento também auxiliam as funções cerebrais gerais.

O cúrcuma é um aliado para a memória por possuir uma substância que ajuda o procedimento de formação de novas células chamado neogênese. Além de ajudar a renovação celular cerebral, o cúrcuma é um anti-inflamatório que atua na redução de inflamações do cérebro.

A vitamina K que contribui para a preservação da capacidade cognitiva é encontrada em folhas verdes e grãos como a linhaça e a soja que também são ricos em o ômega 3 e a maca. Essa vitamina eu nutrientes também ajudam a aumentar o foco e a energia do cérebro.

 

Suplementos para Memória e Concentração

Alguns suplementos possuem em sua fórmula quantidades suficientes de aminoácidos, minerais e vitaminas que atuam na função cerebral energética e regeneradora fundamentais para o funcionamento do cérebro. Alguns suplementos para memória e concentração são:

• Ginkgo Biloba, suplemento natural que reduz o estresse e ajuda a aumentar o nível de concentração. Crianças e gestantes e nutrizes devem consumir sob orientação médica;
• Blueberry em cápsulas, rico em Vitaminas A,C,E, e rico Minerais como Zinco e Selênio. Crianças, nutrizes, gestantes e idosos devem consumir sob orientação médica;
• Intelimax IQ, suplemento natural que ajuda o cérebro a realizar as funções do dia a dia. Composto de Cálcio, Ferro, Zinco, Vitamina C, Vitamina E, Vitamina A, Vitamina K, Manganês, Vitamina PP, Vitamina B12, Vitamina D, Vitamina B5, Cobre, Picolinato de Cromo, Vitamina B2, Vitamina B6, Vitamina B1, Vitamina B9, Selênio. Não possui contra indicações.
• Extrato de chá verde;
• Cápsulas de Goji Berry. Suplemento natural muito rico em vitaminas e minerais, auxilia na redução e peso e também contribui para aumentar a disposição.
• Coenzima Q10. Importante nutriente vitamínico que auxilia na reconstrução das células e produção de energia. Composto de Vitamina A, Vitamina C, Vitamina E, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina B3, Vitamina B6 e Ácido Pantotênico.

Ter uma boa memória e um nível de concentração para realizar as atividades cotidianas é possível com medidas preventivas e cuidados específicos. Não espere o assunto cair no esquecimento, inicie o quanto antes as medidas necessárias para ativar sua memória e concentração!