Cafeína

1-2

Cafeína

Muito presente em nosso cotidiano, a cafeína, se encontra nos refrigerantes, no cafezinho e até mesmo em muitos suplementos termogênicos. O que iremos falar neste artigo é de como você pode melhor utilizá-la, maximizando resultados do aumento do gasto calórico, aumentar sua disposição e todas as recomendações de uso deste excelente termogênico. Confira.
 

O que é Cafeína?

A cafeína ou alcaloide de xantina, primeiramente foi encontrado no café. E todos os benefícios que ela possui, não foram descobertos através de laboratórios ultramodernos ou algo assim.

Muito pelo contrário, quem descobriu todos os efeitos que essa ótima semente possui, foi um monge, que soube por um pastor como a cafeína poderia auxiliar os indivíduos na época, principalmente para quem preparava a bebida para passar noites em vigílias de oração.

Mesmo que a cafeína não apresente valor nutricional, é um excelente termogênico natural e é encontrada em inúmeros produtos alimentícios que consumimos diariamente, como mate, guaraná, café, alguns chás e chocolates.

Até mesmo em remédios, para tirar a sonolência que muitas substâncias acabam ocasionando. Mas claro que, a quantidade de cafeína que estão presentes nesses alimentos citados, é normalmente muito pequena, o que acaba tornando necessário ingerir quantidades maiores para ter o reais benefícios termogênicos da substância, que é aí que entram os suplementos a base de cafeína.

 

Quais os Efeitos da Cafeína no Organismo?

Muito conhecidos no mercado, os suplementos à base de cafeína são comumente utilizados por indivíduos que praticam esportes, pois ela consegue aumentar o gasto calórico, fornecer mais energia e/ou disposição e ainda acelera o metabolismo – graças a sua ação termogênica.

A cafeína vem sendo utilizada no mundo esportivo, desde meados do século 19, em especial depois da primeira edição da famosa “Corrida de Seis Dias”, em 1879. Muitos dos participantes, que vinham de todas as partes do mundo, para suportar o grande esforço – utilizam a cafeína como poderoso suplemento – e tinham excelentes resultados.

Atualmente, a cafeína é comercializada e utilizada livremente, pois apresenta baixos índices de dependência. E para o mundo esportivo, ela é muito utilizada como substância termogênica, antes do início da prática dos exercícios, e também como agente termogênico.

A cafeína é uma substância que consegue ser absorvida pelo organismo, de maneira eficiente bem rápida, com cerca de 100% de absorção – via trato gastrintestinal depois da administração oral do termogênico. A metabolização da cafeína em nosso organismo, ocorre em maior parte no fígado, mesmo que somente pouca quantidade de cafeína é eliminada de nosso organismo, a detecção na urina chega a ser relativamente fácil.

Existem alguns fatores como dieta, genética, utilização de outras substâncias, estado de hidratação, peso corporal, tipos de esportes e o consumo diário da cafeína, podem afetar seu metabolismo da mesma maneira.

Podemos chamar a cafeína, de droga psicotrópica do grupo dos estimulantes do sistema nervoso central. Em muitos casos os efeitos são aumento da capacidade de realizar atividades do cotidiano, maiores sessões de treinamentos, redução da fadiga, aumento do gasto calórico corporal etc.

Enquanto os efeitos reforçadores, que assim são chamados, por ativarem o sistema dopaminérgico. Ou seja, é excelente para quem está em busca do estímulo à diurese – aumento do fluxo sanguíneo renal e glomérulos – aumentando o gasto calórico consideravelmente.

 

Quais os Principais Efeitos da Cafeína?

Podemos dizer que os principais efeitos da cafeína para quem a consome como termogênico são:

- Melhora da atenção;
- Redução da fadiga;
- Alta performance física.

Ou seja, se você está querendo treinar mais, aumentar seu gasto calórico, disposição e reduzir a gordura corporal, pode e deve apostar em suplementos termogênicos que tenham a cafeína como base.

 

Como Consumir a Cafeína?

Se você deseja utilizar a cafeína como termogênico, é tudo muito simples, mas não podemos deixar de passar algumas dicas essenciais, e assim você fazer o uso de forma correta. Quanto as dosagens, para que você não “sofra” nenhum efeito colateral, é preciso ficar atento na quantidade, começando de pouco em pouco.

Vamos dar um exemplo, nas primeiras duas ou três semanas, tome uma colher rasa de chá. Depois, nas semanas subsequentes você poderá acrescentar mais 1 colher chá, o que será equivalente a 1 colher de sopa de cafeína.

Se você já deseja utilizar a cafeína em capsulas, comece tomando meia, até porque você não sabe muito bem como seu irá reagir ao efeito termogênico do “medicamento”. A dica é ingerir a cápsula de cafeína 30 minutos antes do seu treino. Ou encontrar a cafeína em bebidas comuns do nosso cotidiano como: café, chá verde, chá preto e refrigerantes.

 

Existe Contraindicação para Ingerir Cafeína?

Existem alguns riscos se você acaba utilizando superdosagens de cafeína, veja abaixo alguns dos problemas que poderão ser acarretados:

- Dor de cabeça;
- Insônia;
- Diarreia;
- Irritação no intestino e estômago;
- Desidratação;
- Efeito diurético;
- Prejuízos em sua coordenação;
- Tremores.

 

O que dizem os Estudos sobre a Cafeína?

Existem inúmeros estudos que apontam os benefícios da cafeína, em especial para pessoas que a utilizam como suplemento termogênico em treinamentos desportivos. Muitos deles mostram que a cafeína é uma grande aliada para aumentar a força muscular, dando maior resistência à processos de fadiga muscular – após ingerir a cafeína.

A ingestão da cafeína melhora e muito o desempenho atlético, através da redução da percepção subjetiva de esforço (PSE), significando que essa melhora pode chegar em até 11% para indivíduos que costumam treinar constantemente, pois os mesmos apresentam uma resposta melhor à ingestão de cafeína – se comparados aos que não possuem o costume de treinar. Outro estudo interessante sobre a cafeína, mostra que ao utilizá-la como suplementação, ocorre a melhora de até 7% da contração muscular voluntária e 18% do enrijecimento muscular.

Quando falamos do efeito termogênico da cafeína, diferentes estudos apontam que a atuação dela sobre nossos tecidos adiposos periféricos e vasculares aumentam a oxidação de gorduras (depósitos) e reduz a oxidação dos carboidratos por meio da mobilização de gorduras dos mesmos depósitos – ocorrendo assim a lipólise.

Utilize você também a cafeína como termogênico natural, e tenha todos os benefícios que citamos acima! Tenha mais disposição, aumento do gasto calórico, aceleração do metabolismo e tenha o corpo em forma que tanto deseja!