Ir direto para o Conte�do
Mensagens em destaque
  • Envio Imediato / Farmacêutica Dedicada
  • Todo Site em até 3x Sem Juros
  • Pague via PIX e Ganhe 5% OFF
Regras de entrega e canais de atendimento
Ir direto para o Conte�do
Mensagens em destaque
  • Envio Imediato / Farmacêutica Dedicada
  • Todo Site em até 3x Sem Juros
  • Pague via PIX e Ganhe 5% OFF
Regras de entrega e canais de atendimento

Colágeno Tipo II

Veja mais

Mostrando 11 Produtos em 1 páginas
Mostrando 11 Produtos em 1 páginas
descricao completa

Colágeno Tipo II

O Colágeno Tipo 2 se torna cada vez mais conhecido, mas uma informação desconhecida por muitos é que o próprio corpo humano produz essa substância. Esse colágeno está presente, majoritariamente, nos ossos, cartilagens e articulações. O grande problema é que, com o passar do tempo, e a chegada da idade, é normal que haja uma perda significativa de Colágeno Tipo 2.

Essa perda é a responsável pelas dores articulares, comuns na vida de quem leva uma rotina muito corrida ou tem idade um pouco mais avançada. O colágeno Tipo 2 é tão importante que, aproximadamente, 60% da cartilagem em todo o corpo humano é feita dele.

A falta do Colágeno Tipo 2 no organismo acarreta uma série de problemas, tais como dores e inflamações nas articulações. Esses desconfortos tendem a se tornar cada vez piores, com intervalos de ocorrência mais curtos, o que significa que há uma perda grande de qualidade de vida.

Outro problema decorrente da falta de Colágeno Tipo 2 é o surgimento de doenças articulares mais graves, como a osteoartrite e a artrite reumatoide. Ambas patologias são responsáveis por desgastar as articulações, o que provoca inchaços, rigidez muscular, dores e até dificuldade de locomoção.

A boa notícia é que existe a possibilidade, simples e prática, de repor o Colágeno Tipo 2 e evitar ou reduzir as dores e desconfortos, a fim de se ter uma vida mais saudável e prazerosa. A ingestão de colágeno é fácil de se incorporar no cotidiano e a recompensa por isso é um corpo mais forte e apto tanto para a rotina de exercícios, quanto de trabalho e estudos.

O que é Colágeno Tipo II?

Em primeiro lugar, é extremamente necessário que compreendamos o que são as articulações e por qual motivo o colágeno tipo II desempenha papel essencial a esse respeito.

De forma generalizada, as articulações são compostas pelas cartilagens, estruturas responsáveis por revestir e, assim, fornecer proteção a essa parte de nosso corpo. Essa cartilagem encontrada nas extremidades de nossos ossos desempenha o papel de amortecer todo o atrito e contato entre os ossos. Adivinha do que ela é em grande parte constituída? Isso mesmo, de colágeno tipo II. Para se ter uma ideia da importância, a cartilagem conta com cerca de 60% desse tipo de colágeno.

Com o passar do tempo, torna-se cada vez mais fácil e recorrente a ocorrência do desgaste e da degeneração da cartilagem em nosso organismo. Quando isso acontece, portas para inúmeras doenças articulares são abertas e é aí que mora o perigo.

É por esse motivo que inúmeras pessoas sofrem atualmente com doenças como artrite reumatoide e osteoartrite. Mas o que essas patologias podem causar? Pois bem, elas promovem o surgimento de células inflamatórias que desgastam as articulações. Com essa degradação, ocorrem inchaço, dificuldade de locomoção, dor e rigidez dos músculos.

Tendo isso em mente, é necessário compreender que, com o passar dos anos, a função estrutural de nosso corpo enfraquece a cada dia mais. Assim, como consequência, a própria proteção das cartilagens vai diminuindo. Afinal, a produção do colágeno necessário para mantê-las saudáveis também entra em queda. Além disso, alguns fatores externos, como passar raios solares, bebidas alcoólicas e tabagismo podem acelerar esse processo de envelhecimento do organismo.

Por esse motivo, é essencial que tomemos suplementos que possam repor essas substâncias perdidas. Assim, a suplementação de colágeno tipo II é uma das principais soluções para que se mantenha a saúde de nossas articulações. Ele é obtido por meio de um derivado não desnaturado das cartilagens de aves, proporcionando, assim, a melhora do sistema imunológico e o alívio daquelas dores incômodas.

Mas como esse produto age em nosso organismo? Acompanhe, a seguir, maiores informações a respe

 

Para que serve o Colágeno Tipo 2

O colágeno tipo 2 serve tanto para homens quanto para mulheres! Que começam a perder o seu colágeno natural a partir dos 25 ou 30 anos de idade. Essa redução vale para todos os tipos de colágeno do organismo, o que inclui o Colágeno Tipo 2.

Assim, a ingestão de colágeno Tipo 2 tem como objetivo principal a reposição literal do colágeno que se perdeu no corpo. O colágeno não é um estimulador de outras substâncias, que produz uma ação benéfica indiretamente. É, de fato, uma substância que deve ser resposta no organismo simplesmente porque falta.

O colágeno faz parte da estrutura das articulações e, quanto menos um organismo tem colágeno mais ele sofre com a sua ausência. Sem colágeno o suficiente, é impossível ter cartilagens saudáveis, que desempenham a sua função de dar mobilidade ao corpo. Sem cartilagens fortes, podem ocorrer lesões simplesmente pelo impacto e atrito entre os ossos a cada movimento feito.

Colágeno tipo 2 não Hidrolisado

No mercado atual, existem colágenos de vários tipos que não são hidrolisados.

O colágeno que não passa pela hidrolisação, isto é, pela quebra através da água em alta temperatura, não é absorvido com tanta facilidade pelo organismo. A única exceção é o Colágeno Tipo 2. De fato, o colágeno não hidrolisado, de qualquer tipo, possui a mesma estrutura do Colágeno Tipo 2.

Colágeno tipo 2 é Hidrolisado?

O Colágeno Tipo 2, via de regra, não é hidrolisado, por uma questão de estrutura da proteína. Não há problema em tomar o Colágeno Tipo 2 sem ser hidrolisado, pois sua função é se agregar à cartilagem e ao próprio colágeno já existente no organismo.
Inclusive, é possível fazer uso de vários tipos de colágeno ao mesmo tempo. 

Os melhores suplementos contêm os colágenos tipo 1, 2 e 3, onde somente o colágeno Tipo 2 não é hidrolisado por não ser uma necessidade.

Dessa forma, várias áreas do corpo são beneficiadas com a produção de colágeno e é possível obter mais qualidade de vida.

Como o Colágeno Tipo II age no Organismo?

Em primeiro lugar, é necessário compreender que, principalmente a partir dos 25 aos 30 anos de idade, começamos a diminuir a produção de todos os tipos de colágeno em nosso organismo. O que isso causa? Bem, como já mencionado, uma das principais consequências desse declínio é o enfraquecimento articular e ósseo.

Sendo assim, a suplementação com o colágeno tipo II é tem como objetivo a recuperação do desempenho das funções responsáveis pela saúde das nossas articulações. Assim, quando ingerido, esse tipo de colágeno é capaz de alcançar o tecido cartilaginoso para repor toda a substância faltante.

Em outras palavras, esse tipo de suplementação é responsável por fornecer toda a substância necessária para que as cartilagens desempenhem seu papel no organismo sem qualquer dificuldade. Afinal, seu consumo contínuo capacita a reposição dessas quantidades perdidas ao longo de nosso envelhecimento natural e acelerado por fatores externos.

Mas quais são as diferenças dos tipos de colágeno presentes em nosso organismo? Acompanhe a seguir!

Diferenças entre os tipos de Colágeno

Para entender ainda mais sobre o assunto, é interessante saber, como já mencionado, que há inúmeros tipos de colágeno presentes em nosso corpo e que, com o passar dos anos, diminuem sua produção no organismo e, assim, necessitam cada vez mais de suplementação para sua reposição. Os principais tipos de colágeno presentes em nosso organismo são:

Colágeno de tipo I: possui função nutricional obtida por meio da absorção de peptídeos bioativos por nosso corpo. Como assim? É simples. Imagine que a molécula desse tipo de colágeno é quebrada em pequenas partes que são rapidamente absorvidas pelo organismo.

Colágeno de tipo II: nesse tipo, as moléculas não são fragmentadas, mas íntegras. Quando entram em contato com as funções de nosso organismo, são responsáveis por fortalecer, promover a manutenção e reduzir a inflamação das articulações.

Além desses tipos principais, há ainda colágenos de tipo III, IV, V, VI, VII e VIII, que desempenham funções mais relacionadas ao auxílio de outras funções do organismo, tais como suporte à estrutura muscular, revestimento e sustentação do tecido epitelial e dos órgãos, presença essencial nas células endoteliais, na retina e na córnea.

Mas quais as diferenças entre os principais tipos? Pois bem, enquanto o colágeno tipo I é responsável por fornecer aminoácidos que promovem a formação de colágeno para a pele e, assim, evita rugas e diminui os sinais de expressão, por exemplo, o colágeno tipo II atua diretamente na resistência, firmeza e movimentação das cartilagens, sendo sua principal proteína estrutural, o que dá maior fortalecimento às articulações e melhora a mobilidade.

Já deu para perceber que o colágeno realmente é muito importante para que nosso organismo funcione de forma satisfatória e saudável, não é verdade? Acompanhe, a seguir, de forma resumida, os benefícios que esse tipo de suplementação traz para o nosso corpo!

Benefícios do Colágeno Tipo II

O consumo contínuo e diário de colágeno tipo II é fundamental para a manutenção da saúde do nosso corpo. Assim, essa suplementação apresenta-se como solução essencial para quem quer evitar as dores articulares com a reposição dessa proteína.

Mas então quais são os benefícios que ele pode trazer para o nosso corpo com essa reposição? Acompanhe, a seguir, os principais deles:

- Possibilita a sustentação estrutural, principalmente para pessoas com sobrepeso, que necessitam ainda mais do cuidado das articulações.

- Dessensibiliza o sistema imunológico, prevenindo, assim, que ocorra o desgaste precoce das cartilagens e, consequentemente, o enfraquecimento das articulações. Essa função é ainda mais importante para aquelas pessoas que praticam esportes com frequência, principalmente se forem exercícios de alto impacto.

- Bloqueia a inflamação ao combater as dores articulares, melhorando e facilitando, assim, a locomoção e a qualidade de vida.
- Melhora consideravelmente a saúde das articulações ao evitar as doenças articulares e manter as cartilagens em bom estado. Afinal, garante a manutenção dos níveis de colágeno no organismo, o que atenua a destruição natural das cartilagens pelo corpo.

De forma resumida, esse tipo de colágeno é indicado para combater:

  • Artrose.
  • Osteoartrose.
  • Artrite.
  • Osteoartrite.
  • Poliartrite.
  • Lesão articular.
  • Artrite reumatoide.
  • Lesão das cartilagens.

Todas essas doenças ocorrem por um motivo em comum: o próprio organismo entende o colágeno como uma proteína estranha ao corpo e, assim, inicia a produção de enzimas que, gradualmente, acabam por destruir as cartilagens. Dessa forma, à medida que esse processo ocorre no organismo, as doenças articulares surgem.

Por esse motivo, é muito importante que esse colágeno perdido seja totalmente reposto por meio da suplementação de colágeno tipo II. Dessa forma, é completamente possível evitar o desgaste das cartilagens pelo nosso próprio sistema imunológico, reduzindo, assim, as inflamações e a saúde de nossas articulações.

Mas qual é a forma correta de consumir esse tipo de suplementação? Acompanhe!

Como tomar o Colágeno Tipo II

Atualmente, é possível encontrar duas versões do Colágeno Tipo 2: em pó ou em cápsulas. A quantidade média ideal dessa substância é de 40 mg por dia. Assim, tanto o pó quanto as cápsulas podem ser ingeridos antes ou depois das refeições, mas é preciso estabelecer um horário fixo para lembrar de tomar o colágeno.

Quem preferir tomar pela manhã deve fazer isso em jejum. Já quem optar por tomar ao longo do dia, deve fazer isso pelo menos duas horas após as principais refeições.

Para quem começa a consumir o Colágeno Tipo 2 os efeitos são sentidos a partir do primeiro mês de ingestão das cápsulas ou do pó, mas apenas se a ingestão for diária. A frequência é fundamental.

O bom desse suplemento, além da fácil ingestão, é que não possui contraindicações. Pelo contrário, quem já atingiu as idades entre 25 e 30 anos, já pode começar a tomar colágeno, a fim de evitar a perda e todos os efeitos. Ao invés de simplesmente esperar pelas dores, vale a pena reforçar o organismo e manter seus níveis de colágeno bons o bastante para manter a vitalidade e a mobilidade intactas.

Colágeno Tipo II: Em quanto tempo ele começa a fazer efeito?

 

Mas em quanto tempo de consumo é possível perceber seus efeitos? Pois bem, consumidores desse tipo de suplementação relataram melhoras perceptíveis a partir de quatro semanas de uso contínuo.

Entretanto, como cada organismo é diferente e que cada um apresenta complexidades corporais mais dificultosas, para algumas pessoas os efeitos podem aparecer após três meses de suplementação diária.

E quem é que pode consumir esse tipo de colágeno? Confira a seguir!

Quem pode Consumir o Colágeno Tipo II?

Como você já sabe, a produção natural desse tipo de colágeno em nosso organismo começa a apresentar declínio considerável dos 25 aos 30 anos de idade, podendo ser ainda mais perceptível no caso das mulheres.

Dessa forma, o colágeno tipo II é amplamente recomendado pelos profissionais para todas aquelas pessoas que desejam combater essa degeneração das cartilagens e, consequentemente, melhorar e manter a saúde das articulações, evitando, assim, o surgimento de doenças articulares completamente nocivas ao corpo e à qualidade de vida.

Há Contraindicações do Colágeno tipo II?

Ainda que o colágeno tipo II apresente todos esses benefícios para o organismo, antes de iniciar seu consumo, muitas pessoas questionam se há contraindicações para a ingestão da suplementação desse tipo de colágeno tão importante para a nossa vida. Ademais, muitas ainda se perguntam se podem começar a ter sintomas desagradáveis caso comecem a ingerir de forma contínua esse produto.

Geralmente, todas as pessoas podem consumir esse tipo de suplementação sem temer efeitos colaterais. Afinal, até o momento não foram registrados relatos de efeitos nocivos ao organismo.

Em outras palavras, todas aquelas pessoas que desejam combater o processo natural de envelhecimento e desgaste das cartilagens e, assim, melhorar e manter a saúde das articulações, dos tendões e, consequentemente, dos músculos estão livres para realizar a suplementação diária.

Evidentemente, se você for alérgico a algum dos componentes presentes na fórmula, não deverá ingeri-lo. Por exemplo, pessoas alérgicas a frango ou ovos, por conta dos princípios ativos dessa suplementação, não podem tomá-la. É interessante também que mulheres grávidas, lactantes e crianças sempre consultem um nutricionista ou médico especialista para averiguar se podem ou não consumir esse tipo de colágeno. Afinal, apenas profissionais no assunto apresentam o conhecimento necessário para que o uso contínuo desse produto possa ocorrer sem causar grandes problemas ao organismo.

Viu só como é possível evitar a degeneração das cartilagens provocada pela queda da produção de colágeno no organismo e, assim, fortalecer e proteger as articulações e evitar as tão temidas dores e doenças articulares? É evidente que o consumo diário de colágeno tipo II é essencial para garantir boa mobilidade e saúde ao nosso organismo. Não perca mais tempo! Não deixe que algo tão simples de solucionar afete a sua qualidade de vida! Comece hoje mesmo a comprovar todos os benefícios que só esse tipo de suplementação pode trazer!

Colágeno Tipo 2 engorda ?

Essencialmente, o Colágeno Tipo 2 é uma proteína, não um açúcar ou gordura. Isso quer dizer que sua principal função é construir estruturas do corpo. Os outros tipos de colágeno também agem da mesma forma, no entanto, o Colágeno Tipo II ajuda a construir o tecido dos ossos, músculos e cartilagens, especificamente.

Ainda assim, vale ressaltar que tomar a quantidade certa de colágeno diariamente não influi na quantidade de calorias recomendadas diariamente, mesmo em casos de dieta para emagrecer. Se não passar dessa concentração, não há o que se preocupar com excesso de calorias ou ganho de peso

Colágeno Tipo 2 com Ácido Hialurônico

Ao escolher um Colágeno Tipo 2 opte por adquirir junto com ácido hialurônico, o benefício é ainda maior. Além de obter o colágeno em si, o ácido hialurônico é uma substância que provoca o organismo a produzir mais colágeno.

Logo, a reposição de Colágeno Tipo 2 é feita de duas maneiras: pelo colágeno em si, e pelo próprio organismo que, através da carga de ácido hialurônico, começa a produzir mais colágeno naturalmente.

Isso significa que o aparecimento de resultados, com diminuição das inflamações e dores articulares, é bem mais rápido.

Colágeno Tipo 2: Preço

Atualmente, um frasco com 60 cápsulas de colágeno tem o valor de R$ 69,90. Mas esse valor pode mudar de acordo com a marca e com a quantidade de cápsulas compradas. As melhores marcas de Colágeno Tipo 2 podem ser encontradas na Nature Center, uma loja virtual especializada no que há de melhor entre produtos e suplementos naturais.

 

Milhares de Clientes Aprovam a Nature Center!

Milhares de Clientes Aprovam a Nature Center