Ir direto para o Conte�do
Mensagens em destaque
  • Envio Imediato / Farmacêutico Online
  • Todo Site em até 3x Sem Juros
  • Pague via PIX e Ganhe 5% OFF
Regras de entrega e canais de atendimento
Ir direto para o Conte�do
Mensagens em destaque
  • Envio Imediato / Farmacêutico Online
  • Todo Site em até 3x Sem Juros
  • Pague via PIX e Ganhe 5% OFF
Regras de entrega e canais de atendimento

Lactase

Veja mais

Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
Mostrando 1 Produtos em 1 páginas
descricao completa

Lactase – Saiba tudo sobre!

A lactase é muito importante para o corpo humano, mas muita gente não sabe do seu real valor. Estima-se que cerca de 75% da população mundial adulta sinta desconforto quando consome produtos derivados do leite. No Brasil é estimado que 7 a cada 10 brasileiros sofram com intolerância à lactose em algum momento de suas vidas.

Essa produção de lactase costuma diminuir com a idade ou por fatores genéticos. Por isso a suplementação vem como uma resposta para esse problema. Esse texto contém informações valiosas sobre o que é, para que serve, como ingerir, os benefícios e efeitos colaterais dessa ingestão e muito mais.

 

O que é Lactase

A Lactase é um tipo de enzima muito importante para o corpo humano, pois está diretamente ligada ao processamento e metabolismo das moléculas de lactose.

Essa enzima também é chamada de enzima Beta-galactosidase, sua produção acontece de forma natural pelo organismo. No entanto, existem pessoas que apresentam naturalmente uma deficiência dessa enzima, ao mesmo tempo que é natural que essa produção seja menor com o avançar da idade.

Grande parte dos alimentos encontrados nos lugares apresenta algum laticínio na sua composição, o que aumenta o risco de desconforto quando alguém com intolerância pede algo na rua.

Assim, o suplemento de lactase é extremamente importante quando uma pessoa passa por intolerância à lactose, pois proporciona uma melhor qualidade de vida e segurança na hora da alimentação.


O que é a lactose e qual a sua ligação com a lactase?

A lactose é um carboidrato ou um açúcar formado por dois tipos de moléculas (chamadas de monossacarídeos): a galactose e a glicose. Ela desempenha importantes funções no organismo, tais como:

- Fornecimento de energia;
- Auxilia na flora intestinal;
- Redução do pH intestinal;
- Favorece a absorção de cálcio;
- Auxilia o sistema imunológico;
- Benefícios para a mente.

Pois bem, para a lactose ser processada pelo organismo humano, depende da presença de uma enzima, que são substâncias capazes de catalisar e desencadear reações químicas que sem elas não aconteceriam.

Essa enzima funciona como uma fechadura, que ao encontrar a lactose, realiza o processamento como um encaixe que não pode ser alcançado por enzimas de outros tipos.

 

Para que serve a lactase

Como falado, a lactase serve para catalisar, ou seja, promover e fazer acontecer a reação de quebra e absorção da lactose pelo corpo humano. Sem essa enzima, esse processo não ocorre.

Dessa forma, a lactase está diretamente ligada aos processos de geração de energia para o corpo, à saúde da flora intestinal e a manutenção de processos indispensáveis ao corpo humano.

Vale salientar que a lactose é uma das mais importantes fontes de energia para o corpo humano, ou seja, sem lactase perdemos todos os benefícios desse carboidrato.


Efeitos da deficiência de lactase

A deficiência de lactase no organismo é mais comum com o passar do tempo, ao passo que pessoas mais velhas apresentam uma maior tendência de apresentar intolerância à lactose. A deficiência dessa enzima é chamada de hipolactasia. Nesse caso, como a enzima é indispensável na absorção de lactose, no momento de sua deficiência o processamento do carboidrato lactose fica comprometido.

O corpo precisa ter um equilíbrio entre quantidade de lactase que apresenta ou sintetiza e a quantidade de derivados do leite que é ingerida, pois uma molécula de lactase não é infinita ou reciclada.

Quando ocorre esse desequilíbrio, noutras palavras, quando há mais ingestão de lactose do que lactase para processar, acontece a intolerância à lactose. Ou seja, esse problema é causado pela impossibilidade de absorção da lactose.

Alguns sintomas da intolerância à lactose são:

- Dores estomacais ao ingerir leite e derivados;
- Distensão abdominal;
- Diarreias constantes;
- Gases excessivos;
- Excesso de gordura nas fezes.

É importante saber a diferença entre intolerância e alergia à lactose. Esse segundo problema acontece quando o corpo entende que o leite é um corpo estranho, e por isso produz anticorpos em excesso para neutralizar a “ameaça”.

Ou seja, a alergia pouco tem a ver com a presença ou a falta de lactase. Essa enzima pode estar lá em quantidades aceitáveis, mas a ingestão de leite, mesmo se houver como processar, pode causar sintomas de alergia, tais como:

- Urticária;
- Coceira excessiva
- Diarreia e dor abdominal;
- Inchaço abdominal;
- Tosse;
- Falta de ar.

Em cada caso, seja de intolerância ou alergia à lactose, serão tomadas medidas diferentes para resolução. No caso da deficiência de lactase (intolerância à lactose), normalmente é aconselhada a suplementação da enzima.

Basicamente existem três principais tipos de intolerância a lactose, que se variam de acordo com a causa e o modo que afeta a pessoa:

1. Diminuição da produção com o avançar da idade, a iniciar pela adolescência;
2. Causada por doenças intestinais. Nesses casos elas podem ser temporárias e não exigir uso de suplementos;
3. Adquirida por questões genéticas.

Existem alguns sites que indicam métodos para aumentar a produção dessa enzima pelo corpo, porém não há comprovação científica de que esses hábitos sejam capazes disso.

 

Como tomar corretamente suplemento de Lactase

É importante lembrar que o corpo humano é capaz de sintetizar de forma natural a enzima lactase, ou seja, em situações normais não há necessidade de optar pela suplementação.

Porém, tanto com a idade quanto em relação a outros fatores, a produção dessa enzima pode ser comprometida.

Essa deficiência, a depender do grau, causa a intolerância à lactose. Alguns motivos para a baixa ou a não produção de lactose são:

- Questões genéticas;
- Idade avançada;
- Doenças no aparelho digestivo (como gastroenterites);

Pessoas que passam muito tempo sem consumir derivados de leite e tem uma dieta mais variada (menos dependente de laticínios) podem apresentar intolerância caso o consumo desses alimentos retorne em grandes quantidades.

Nesse caso, o corpo entende que não tem necessidade de produzir tanta lactase e por isso reduz naturalmente sua produção. Por isso, é preciso antes de optar por ingerir o suplemento, avaliar a situação com um profissional habilitado para acompanhar o quadro.

Os suplementos de lactase são feitos para quem sofre de intolerância, mas quer continuar a consumir a consumir leite e derivados. A quantidade diária apropriada para essa enzima é de 5 g.


Quantidade de cápsula diária

São várias as variáveis que modificam quantas cápsulas você deve consumir, entre elas:

- Quantidade de lactase que cada cápsula possui (composição);
- Quantidade de lactose que será ingerida no dia a dia (ingestão);
- Quantidade de enzima que seu corpo ainda consegue produzir (produção).

O intervalo e método de ingestão é definido de acordo com o caso do paciente pelo profissional de saúde habilitado, porém o recomendado é que se use 1 cápsula cerca de 15 min antes da ingestão de leite ou derivados.

Algumas opções de suplemento podem tanto ser ingeridas na forma de cápsula quanto pode-se abrir a cápsula e diluir o conteúdo dela no líquido, se for o caso.

 

Bula e composição da Lactase

As cápsulas de suplementos de lactose podem apresentar quantidades diferentes da enzima e isso vai implicar na forma de ingestão no decorrer do dia. Algumas marcas fabricam de forma que a pessoa vá ingerir apenas duas vezes ao dia, ou seja, uma cápsula tem uma dosagem maior de lactase.

Enquanto aquelas que são feitas para tomar 15 minutos antes de refeições com laticínios contém menores quantidades da enzima.


Zerolac

Uma das mais usadas, a Zerolac possui 0,5 g a cada duas cápsulas. As cápsulas de Zerolac não possuem glúten e nem contêm açúcar.

É composta principalmente por Elactase, antiumectante (dióxido de silício), estabilizante (celulose microcristalina), lubrificante (Estearato de Magnésio) e amido modificado.


Lactapod

Outro suplemento bastante escolhido é o Lactapod, produzido pela Unilife. Esse entra no grupo de suplementos que são feitos para serem tomados a cada 15 min antes de refeições com laticínios e por isso uma cápsula desse contém 0,45 g de lactase.

O interessante de se notar é que o suplemento dessa enzima apresenta uma composição quase total apenas de “enzimas digestivas” e não contém outras substâncias em quantidades significativas.

 

Efeitos colaterais e contraindicações do suplemento de Lactase

Os suplementos de lactase não apresentam registros formais de efeitos colaterais. Pelo contrário, uma totalidade de pacientes registra uma melhoria na qualidade de vida depois que passa a ingerir.

Porém, é sempre bom lembrar que gestantes e lactantes não devem tomar sem antes passar por uma avaliação detalhada de um médico habilitado. Crianças, idosos e pessoas que portam qualquer problema de saúde crônico ou recorrente devem optar pela suplementação apenas em último caso.

As pessoas, em condições normais, já produzem a enzima em quantidade necessária para realizar o processamento de lactose, por isso, é necessário passar por avaliação médica antes de fazer o uso.

Vale relembrar que a intolerância à lactose pode facilmente ser confundida com alergia a lactose, por isso a necessidade de observar bem o quadro para realizar um diagnóstico confiável.

Se você faz o uso de algum medicamento de forma frequente, é importante indicar isso para o médico, para assim rever os horários de ingestão de cada um para evitar sobrepor medicamentos.

 

Benefícios e vantagens do suplemento de Lactase

O maior benefício de fazer o uso desse suplemento é ter segurança para ingerir laticínios e não passar vexame nos lugares, algo que a maioria das pessoas com intolerância à lactose já passou.

As cápsulas podem ser consumidas sozinhas, com água bem gelada, ou podem ser diluídas nos alimentos no momento que for ingerir algum laticínio. Em nenhum dos casos o suplemento tem gosto ou atrapalha o paladar.

Além disso, ao ingerir este suplemento, você garante que seu corpo aproveite mais uma importante fonte de energia (a lactose) para utilizar nas atividades metabólicas.

A enzima, indiretamente, influencia no bom funcionamento do sistema imunológico, no controle de pH do intestino, nos processos digestivos e no estabelecimento da flora intestinal.

 

Onde comprar os melhores suplementos de Lactase

O site da Nature Center possui uma grande variedade de suplementos e produtos de origem natural para os mais diversos casos de saúde.

Nele você encontra dois tipos principais de suplementos de lactase, que oferecem a escolha do paciente na forma de ingerir e a escolha dos preços mais favoráveis.

No site também tem informações básicas sobre a lactose, onde você pode cruzar informações para tomar o suplemento da forma mais consciente possível. Também no site você consegue ver a avaliação de outras pessoas que compraram os produtos.

 

Suplemento de Lactase: preços

Os preços podem variar de acordo com fabricantes, conteúdo/ composição e quantidade de cápsulas por recipiente. Porém, esses suplementos normalmente são bastante baratos e acessíveis.

O site da Nature Center apresenta mais de uma opção desse suplemento e de preços, o que facilita a adesão pelos clientes e acaba por ser de maior confiabilidade, pois todas as informações são dadas claramente.
 

Milhares de Clientes Aprovam a Nature Center!

Milhares de Clientes Aprovam a Nature Center